Polí­cia

Foto: Divulgação

Em cumprimento a determinação judicial do Juiz de Direito, da 2º Vara Criminal de Araguaína, Antonio Dantas de Oliveira Junior, a Policia Militar realizou dia 07/03 revista na Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota e na Casa de Prisão Provisória de Araguaína. A greve da Polícia Civil entra na segunda semana e as visitas geraram descontentamento por parte dos familiares de presos principalmente na Casa de Prisão Provisória de Palmas – CPPP.

A revista às celas e perímetro externo teve como objetivo garantir a segurança dos apenados, como medida de evitar conflitos, fugas e outras anormalidades que venham comprometer a segurança dos envolvidos e da sociedade.

Foram apreendidos 14 (quatorze) aparelhos celulares, chips e pendrives, várias armas artesanais (chunchos), quantidade significativa de substâncias com características de entorpecente, oito cadeados danificados, espelhos, cordas artesanais (Teresas) e vários outros objetos perfuro cortantes, na Unidade Barra da Grota; algumas lâminas e cordas artesanais na CPPA.

O efetivo do 2º BPM foi empregado com reforço do 1º BPM de Palmas, CIOE, CIPRA, e Corpo de Bombeiros totalizando 180 militares, com o início da Operação de Revista às 6h30 e encerrou-se por volta das 17 noras do mesmo dia.

Para o comandante geral da PM, coronel Glauber de Oliveira Santos a Polícia Militar fará tudo que estiver ao alcance para cumprir com seu dever constitucional, bem como irá empregar todo o esforço e efetivo para garantir a segurança e o bem-estar tanto da população carcerária, quanto da sociedade.