Polí­tica

Foto: Divulgação Presidente do PT disse que outras ações de expulsão serão abertas Presidente do PT disse que outras ações de expulsão serão abertas

A executiva do Partido dos Trabalhadores- PT acatou os pedidos de expulsão dos prefeitos Fransergio de Riachinho e Bina de Esperantina. A informação foi confirmada ao Conexão Tocantins nesta quarta-feira, 11, pelo presidente regional da legenda, Julio Cesar Brasil.

Os pedidos foram acatados e alegam infidelidade partidária por parte dos gestores que não seguiram orientação partidária da legenda na eleição estadual do ano passado e apoiaram a candidatura à reeleição do ex-governador Sandoval Cardoso (SD).  “A chance deles ficarem é zero. Se quiserem sair podem sair mas como expulsos e não como filiados”, disse o presidente. Os gestores estudam sair da legenda antes do julgamento do processo de expulsão. Os gestores já foram citados para apresentarem defesa. “Eles já tem ciência que esse processo está acontecendo”, frisou.

O caso de Esperantina é mais complicado já que o partido informou oficialmente que a legenda estava deixando de compor com a atual gestão e chegou a levantar dúvidas sobre a lisura da administração. “ Estavam acontecendo situações graves que ia acabar levando todo mundo para a lama”, argumentou Brasil.

Os pedidos de expulsão não serão analisados pela Comissão de ética do partido e apenas pela Executiva. “ Os fatos  são públicos e notórios por isso não precisa passar pelo conselho de ética”, explicou.

Sem os dois prefeitos que devem ser expulsos o partido fica apenas com os gestores de Colinas, José Santana Neto, de Aliança, José Rodrigues da Silva; de Arapoema, Assilom Soares Filho e de Couto Magalhães, Ezequiel Guimarães.O partido começa a se organizar para as eleições do próximo ano e quer evitar a postura infiel por parte de alguns filiados e até candidatos.

O PT entrará ainda com outros pedidos de expulsão contra o ex-prefeito de Sampaio Carlinhos Furlan, por exemplo.

O Conexão Tocantins tentou falar com os prefeitos alvos dos pedidos de expulsão mas não conseguiu.