Campo

Foto: Divulgação

Com o objetivo de informar estudantes e os produtores rurais, sobre a nova legislação para plantio e comércio de abacaxi no Tocantins, a Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins – Adapec, em parceria com o Ruraltins, Instituto Federal do Tocantins – IFTO de Araguatins e Ministério da Agricultura reuniu cerca de 100 pessoas, na manhã desta quinta-feira, 12 de março, no auditório do Campus do IFTO de Araguatins, para orientá-los sobre a Instrução Normativa/Mapa nº 43/2013 que estabelece normas para produção e comercialização de propagação de Abacaxizeiro.

Segundo a inspetora agropecuária da regional da Adapec de Araguatins, Erica de Mendonça Caetano, os produtores receberam informações sobre como devem proceder para regularizarem a produção e venda de mudas de abacaxi, conforme exige a legislação. “Todos os produtores de abacaxi foram orientados a regularizarem perante o Ministério da Agricultura, pois o prazo para se adequarem encerra em setembro deste ano,” disse Erica.

O senhor Antônio Carlos Feitosa, 53 anos é produtor de abacaxi do Projeto de Assentamento Petrônio, no município de Araguatins, ele participou da palestra e disse que como já produz a fruta e vende na região, as informações prestadas pelas instituições foram de grande importância para os produtores, e vão ajuda-lo a prevenir que entre doenças na plantação por meio de mudas sem certificação.

O cultivo de abacaxi na região do bico do papagaio está em fase inicial, e possui uma importante característica que é a produção feita por pequenos produtores rurais e associações, sendo que a maioria destes se concentra no município de Araguatins. A Adapec mantém uma equipe de inspetores e fiscais agropecuários na região que fazem o acompanhamento sanitário da produção, desde o plantio até a comercialização das frutas para garantir que não haja entrada de doenças e pragas na plantação. (Ascom Adapec)