Estado

Foto: Divulgação

Os Sindicatos da área da Saúde se reúnem na manhã desta segunda-feira, 23, com representantes da Comissão de Análise de impacto de pessoal do governo estadual para discutir sobre os pagamentos do retroativo dos profissionais. A categoria terá Assembleia geral na tarde de hoje onde pretendem discutir quais medidas vão tomar com relação à proposta que deve ser apresentada pela atual gestão.

O secretário Estadual da Saúde, Samuel Bonilha, afirmou ao Conexão Tocantins que a negociação dos débitos atrasados é o melhor caminho. “A comissão está fazendo a intermediação dos pagamentos que ficaram para trás. Tudo o que comprometemos estamos fazendo, inclusive estamos pagando os plantões”, disse.

Conforme Bonilha em abril o Estado terminará de pagar os plantões atrasados. Por orientação do Sindicato dos Médicos os profissionais não estão fazendo mais plantões. “Estamos buscando alternativas para que consigamos completar a escala, no Dona Regina nós conseguimos e no Hospital Geral de Palmas também estamos tomando as providências”, disse ao informar que está em diálogo constante com o Sindicato e com o Conselho regional da categoria.

O presidente do Sintras, Manoel Pereira disse ao Conexão Tocantins que a categoria pode definir por uma paralisação de pelo menos um dia porém o secretário disse que a atual gestão não tem poupado esforços para resolver todas as questões da saúde. “Não temos nada que possa culminar numa greve, o caminho é a negociação, estamos firmes no que propomos”, disse.