Saúde

Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde iniciou na última segunda-feira, 23, a Semana Mundial de Combate à Tuberculose, alusiva ao Dia Mundial Contra à Tuberculose, celebrado em 24 de março. Em 2014, foram diagnosticados 21 casos novos de tuberculose no município de Palmas. Para marcar a data e conscientizar a população sobre a doença, a Diretoria de Vigilância em Saúde, em parceria com as Unidades de Saúde da Família (USF), realizam palestras e orientações com o objetivo de informar e esclarecer a população sobre os sinais e sintomas da doença, a importância do diagnóstico precoce e da adesão ao tratamento. A programação segue até sexta-feira, 27. 

A tuberculose é causada por uma bactéria, que ataca principalmente o pulmão, mas também pode acometer rins, cérebro, ossos, coluna vertebral e outros órgãos. Os sintomas mais comuns são: tosse com catarro por mais de três semanas, febre baixa no fim do dia, perda de peso, sudorese, cansaço, dor no peito.

Diagnóstico

O Brasil está hoje entre os 22 países que concentram 80% dos casos de tuberculose no mundo. Cerca de 80 mil novos casos e quase 5 mil mortes em decorrência da doença são notificados anualmente. 

O diagnóstico pode ser feito na própria unidade básica de saúde, através do teste rápido para detecção da tuberculose em até 2 horas. O resultado do teste tradicional (Baciloscopia) sai em 24 horas, sendo necessários outros 60 dias para cultivar a microbactéria e mais 42 dias para se obter o diagnóstico de especificidade e sensibilidade ao medicamento.

O teste rápido, além de aumentar os percentuais de detecção da doença, vai agilizar o diagnóstico e, consequentemente, permitirá uma redução da morbidade e mortalidade

Tratamento

Padronizado pelo Ministério da Saúde, o tratamento tem a duração de seis meses, e não pode ser interrompido antes deste prazo, ainda que os sintomas tenham desaparecido. Este é um dos maiores problemas enfrentados pelas equipes de saúde para a erradicação da doença. Quando o paciente não faz o tratamento de forma correta durante os seis meses, poderá ocorrer resistência aos medicamentos e o tratamento passa a ser feito também pela Referência em Tuberculose e por um período de 18 meses em vez de seis.

Quem convive diariamentecom o portador de tuberculose, também deve procurar a sua unidade de saúde para fazer os exames necessários para descobrir se está com a doença.

Programação

Data: 23 a 27/03/2015

- Divulgação dos sinais e sintomas da tuberculose, com faixas espalhadas pela cidade;

- Consultas médicas e de enfermagem dos casos suspeitos nas Unidades de Saúde;

- Panfletagem e orientações sobre a doença realizada pelas unidades de Saúde nas salas de espera e nas visitas domiciliares dos Agentes Comunitários de Saúde, com destaque para as Unidades: USF Aureny II, USF 403 Norte, USF Eugenio Pinheiro, USF 1106 Sul, USF Taquari, USF Novo Horizonte, USF Morada do Sol, USF Liberdade e USF 1004 Sul;

- Distribuição de material educativo e informativo sobre os sinais e sintomas, prevenção, diagnóstico e tratamento da doença em todas as unidades de saúde de Palmas;

- USF Eugenio Pinheiro esta realizando desde o inicio do mês ações de Educação em Saúde no ambiente escolar da região – Escola CAIC;

- Realização da Pesquisa de Sintomáticos Respiratórios por todas as Unidades de Saúde. (Secom Palmas)