Esporte

Foto: Divulgação

Os profissionais do apito (na modalidade de futsal) da região do Bico do Papagaio tiveram a oportunidade de participar, no último final de semana, da Clínica de Arbitragem ministrada pelo arbitro da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS), Marcelo Rosseto. O curso aconteceu no sábado, 28, e domingo, 29, no Campus da Universidade Federal do Tocantins (UFT) e no Ginásio Municipal de Esportes, em Tocantinópolis.

Para a realização do evento, a Federação Tocantinense de Futebol de Salão (FTFS) e Associação de Futebol de Salão do Tocantins (ASFATO) contou com o apoio da Prefeitura de Tocantinópolis; Secretaria Municipal Esporte, Juventude e Políticas sobre Drogas; Secretaria de Estado do Esporte e Lazer e Governo do Tocantins. Essa parceria visa valorizar o esporte tocantinense e qualificar os profissionais que atuam nessa modalidade.

Marcelo Rosseto é um dos árbitros mais experientes da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS), e também um dos responsáveis pelas atualizações e aplicações na Federação Tocantinense de Futebol de Salão e Associação dos Oficiais de Arbitragem do Estado do Tocantins (ASFATO), onde ocupa cargo de diretor de arbitragem e presidente, respectivamente.

O curso teve como público alvo: árbitros, estudantes, professores e profissionais de Educação Física, onde tiveram a oportunidade de conhecer as novas técnicas de arbitragem e também aumentar o conhecimento técnico e prático a respeito das regras de futsal.

Essa é a terceira região do Estado a receber a clínica. Além de Tocantinópolis outros municípios biquenses e da região Tocantina Sul Maranhense também participaram, os quais foram: Aguiarnópolis, Maurilândia, Araguatins e Estreito-MA. Os encontros já aconteceram em Palmas (região Central) e Araguaína (Norte).

Na ocasião, os alunos da Escolinha de Futebol Show de Bola realizaram treino, onde os participantes da clínica colocaram em prática todo conhecimento adquirido durante as aulas. O cronograma do curso foi divido em aulas práticas e teóricas, totalizando quarenta horas aula. Além da requalificação dos árbitros que já atuam, a clínica serviu também para agregar novos colaboradores ao corpo de arbitragem da cidade.

Por: Redação

Tags: Esporte, Marcelo Rosseto