Saúde

Foto: Divulgação

O médico Altair Massaro é o novo apoiador matricial do programa SOS Emergência no Hospital Geral de Palmas (HGP). O médico será o responsável pelo acompanhamento da política do Ministério da Saúde que qualifica os hospitais de urgência do País. A notícia foi dada pelo até então apoiador matricial Leonardo Paixão, que acompanhou o desenvolvimento do programa desde que foi implantado na unidade.

Segundo Leonardo Paixão, é válido destacar a importância da atuação dos integrantes do Núcleo de Acesso e Qualidade Hospitalar (NAQH) no processo implantado em 2014, bem como o trabalho do Núcleo Interno de Regulação (NIR). “Também é essencial promover o enfrentamento das principais necessidades do hospital, melhorar e fortalecer a gestão, qualificar e ampliar o acesso aos usuários em situações de urgência, reduzir o tempo de espera e garantir atendimento ágil e humanizado. É importante que se trabalhe no coletivo, para que o programa ganhe potência no hospital e que se construa uma rede em saúde com olhar para a região”, destacou Leonardo.

O novo apoiador do MS, Altair Massaro, destacou o conhecimento sobre o programa SOS Emergência em outros estados e falou da importância da reestruturação. “É importante reestruturar o processo e identificar experiências exitosas de outras regiões no programa”, disse.

O encontro no qual foi apresentado o novo apoiador ocorreu no HGP e contou com a presença da diretora geral, Renata Duran, integrantes do NAQH e representantes da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Na ocasião, o médico percorreu a unidade para conhecer as principais dificuldades enfrentadas no atendimento a população, bem como a estrutura do Hospital Geral.

Programa SOS Emergências

Implantado no HGP, o Programa SOS Emergência, do Ministério da Saúde, trouxe ações estratégicas para qualificar a gestão, ampliar o acesso aos usuários em situação de urgência e garantir atendimento ágil e humanizado.

O Pronto Socorro da unidade realizou diagnóstico das necessidades e problemas do serviço de urgência, propondo ações de melhorias para os apontamentos, readequação estrutural e do perfil de atendimento para o enfrentamento da crescente demanda de pacientes. (Ascom Sesau)