Polí­tica

Foto: Divulgação

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP) comentou a ação do Ministério Público Estadual contra o ex-prefeito Raul Filho, vereadores atuais e também ex-parlamentares com relação à áreas doadas para construção de postos de gasolina na capital. “Impresionado com a capacidade empresarial dos filhos dos nossos políticos. O Raulzinho disse que comprou "a vista"área de posto de gasolina (sic)”, questionou o prefeito.

O gestor chegou a chamar de safados quem busca se enriquecer às custas da população. “Ate quando continuaremos achando normal o enriquecimento desse povo com a política??? Me desculpem, não consigo segurar a indignação. Safados”, disse.

Conforme o MPE, o ex-prefeito Raul de Jesus Lustosa Filho, cinco ex-vereadores e terceiros se beneficiaram com a alteração de uso do solo de um lote comercial localizado na quadra Arso 32 (305 Sul), medindo 1.294 m². Por meio do esquema, a área foi destinada à instalação do Posto Eccodiesel Ltda, o que foi efetivado com a aprovação e a sanção da Lei Complementar nº 236/2011. Na categoria dos terceiros beneficiados, o principal nome é o de Raul de Jesus Filho e Neto, filho do ex-prefeito da Capital, que se tornou o único sócio da empresa Posto Eccodiesel Ltda após alteração contratual datada de novembro de 2013. Os antigos sócios, os irmãos Sílvio Roberto Moraes de Lima e Adriano Moraes de Lima, também são citados.