Estado

Foto: Divulgação

O governo publicou no Diário Oficial do Estado o Relatório Resumido da Execução Orçamentária que traz alguns dados relativos ao primeiro bimestre deste ano com relação a despesas e receitas. O balanço mostra ainda que R$ 17,1 milhões foram para investimentos do Estado. Ao todo nos dois meses foram gastos R$ 1,1 bilhão do orçamento total de R$ 9,7 bilhões e a receita foi de R$ 1,3 bilhões, maioria de transferências correntes.

A área da Saúde, encontrada em situação caótica pela atual gestão, foi a que teve R$ 247,2 milhões de despesas liquidadas maioria nas áreas de assistência hospitalar e ambulatorial, em seguida a Segurança Pública teve despesas de R$ 152,6 milhões e em terceiro lugar a Educação que recebeu R$ 144,3 milhões.

As três áreas que receberam mais investimentos foram as elencadas pelo governador Marcelo Miranda (PMDB) como prioridade para a atual gestão.

O balanço orçamentário mostra que os gastos com pessoal foram de R$ 760 milhões já que a atual gestão teve que pagar a folha do mês de dezembro que ficou em aberta pelo ex- governador Sandoval Cardoso (SD). Há dois anos o Tocantins fecha o ano acima do limite legal 49% em despesa com folha e a atual gestão elencou como prioridade o enxugamento dos gastos com pessoal.