Estado

Foto: Fraderick Borges

Um painel político do Tocantins focado em seus aspectos econômicos, psicossociais, geográficos, e ainda um panorama com projeções dos reflexos políticos para o futuro, foram algumas das sugestões propostas pelos instrutores tenentes-coronéis, Rickmann Schmidt e Renato Vaz, da Escola de Comando e Estado Maior do Exército (Eceme), do Rio de Janeiro, ao secretário-geral de Governo, Herbet Brito Barros (o Buti) e ao secretário-chefe da Casa Militar, Raimundo Bonfim.

Os instrutores apresentaram as ideias na manhã desta terça-feira, 7, como parte de um cronograma da Instituição, condizente à reta final do curso de oficiais da Eceme, a ser concluído em novembro deste ano.

Rickmann Schmidt solicitou junto aos secretários uma palestra sobre os pontos acima mencionados, e que será destinada a 30 oficiais que virão ao Tocantins, especificamente, para conhecer a realidade do Estado. “A Entidade é reconhecida como a de mais alto nível de ensino, responsável em preparar os futuros generais, desta forma, é comum para a Escola proporcionar a eles um panorama detalhado dos vários Estados brasileiros”, disse, pontuando que “os oficiais poderão ser escalados para trabalhar em qualquer parte do território nacional”.

Os secretários Buti e Raimundo Bonfim sinalizaram positivamente, acrescentando que o Governo do Tocantins está sempre aberto à apresentação das potencialidades e logísticas locais, haja vista que é uma maneira de divulgar o que está sendo feito no Estado. “O governador não mede esforços para que o maior número possível de pessoas conheçam as potencialidades do Estado e dessa forma seja revertido em investimentos futuros”, assegurou Buti.

O secretário-geral de Governo reforçou ainda a constante parceria entre Administração e o Exército Brasileiro, seccional Tocantins.  A palestra já está marcada para o dia 27 de agosto, às 9h45, em local a ser definido. (Secom-TO)