Estado

Foto: Miller Freitas

O projeto “Plantar e colher com sabedoria”, que visa a capacitação e reinserção de reeducandos do Presídio Agrícola de Cariri do Tocantins por meio de atividades agricolas foi apresentado nesta manhã em uma reunião na Secretaria de Defesa e Proteção Social.

O projeto  é de autoria da Gerencia de Reintegração Social e quando implantado possibilitará que os reeducandos tenham aulas práticas sobre o sustento alimentar através do trabalho agrícola, como também a comercialização de excedentes o que resultará em economia para o Estado e melhoria nas condições de vida dos beneficiados.

Segundo informou a gerente de Reintegração Social, Odina Marques, para a execução do projeto é imprescindível a realização da parceria com os órgãos presentes.

O representante do Instituto Rural do Tocantins (Ruraltins), Valdivino Braga de Melo, ressaltou que o órgão tem interesse em ser parceiro no projeto. Já a técnica do Naturatins, Maria Alice dos Santos Reis, declarou que o órgão poderá contribuir no projeto por meio de cursos de capacitação aos reeducandos e com a doação de materiais como redes. Ela verificará se o órgão está dispondo destes materiais, uma vez que quando são apreendidos eles geralmente são inutilizados, e caso consiga, o material será repassado à gerência. A Secretaria do Trabalho e Assistência Social (Setas), também se disponibilizou para contribuir  na formação dos reeducandos.

Odina lembrou ainda que algumas melhorias precisam ser feitas para iniciar o projeto, “algumas áreas do Presídio como os tanques de peixes ainda passarão por melhorias quando terminar o período chuvoso. Algumas áreas do plantio porém começarão a ser trabalhadas, faltando no entanto as sementes para o plantio”. Ela frisou que um técnico da Universidade Federal do Tocantins (UFT) dará suporte verificando as condições da água e do terreno.

Com a reunião, os parceiros puderam conhecer o projeto e de que forma poderão contribuir. A partir de agora caberá às Pastas a movimentação para fornecer o material solicitado.

Participaram nesta primeira reunião membros do Ruraltins; Naturatins; Setas, Secretaria de Infraestrutura/Dertins, Secretaria de Agricultura (Seagro) e prefeitura  municipal de Gurupi. (Ascom Defesa Social)