Economia

Foto: Divulgação

Durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça-feira, 14, o presidente da Agência Municipal de Turismo (Agtur), Cristiano Rodrigues, lançou oficialmente o edital da 9ª edição do Festival Gastronômico de Taquaruçu, que tem como objetivo fortalecer a identidade gastronômica e o turismo local. O regulamento foi publicado no Diário Oficial do município desta sexta-feira, 10, e também está disponível no site da prefeitura, na pasta da Agtur.

O tema principal do evento será a valorização dos ingredientes culinários regionais e a criatividade na elaboração dos pratos, os quais obrigatoriamente devem conter ingredientes típicos da culinária tocantinense. Além da gastronomia, haverá shows artísticos e outras atrações e novidades a serem anunciadas próximo ao evento. O Festival acontecerá na Praça Vereador Tarcísio Machado da Fonseca, em Taquaruçu de 11 a 15 de setembro de 2015, e as inscrições serão do dia 26 a 29 de maio. 

Novidades 2015

A novidade para esta edição foi a inclusão da categoria “Comidinhas Salgadas”.  Serão classificadas nesta categoria os seguintes pratos: sanduíches, pamonhas, salgados, tapiocas, crepes, pastéis, tortas em geral, pizza e cuscuz. A categoria “Salgado” permanece, tendo que obrigatoriamente consistir na sua elaboração uma proteína com acompanhamentos, e a terceira será a categoria “Prato Doce”.

Todos os participantes deverão concorrer com uma receita, em apenas uma das três categorias, sendo estas distribuídas em trinta vagas para comidinhas salgadas, vinte para pratos salgados, e trinta para pratos doces. E, neste ano outro diferencial será que as cem receitas pré-selecionadas serão conduzidas para a etapa de degustação. O preparo dos pratos será avaliado por profissionais das áreas de alimentos e bebidas de Palmas, para seleção dos 70 melhores que participarão do festival.

Para avaliação dos pratos, este ano foi inclusa a participação do júri popular, que também ajudará aos jurados técnicos a escolher o melhor prato do festival. A ferramenta para esta participação deve ser anunciada pela organização nos próximos dias.

Quanto à premiação foram readequados os valores e categorias, para que possam motivar os participantes a buscarem a primeira colocação. Para isso, foram divididas da seguinte forma: 1° lugar - cinco mil reais e 2° lugar - dois mil reais, sendo desta forma as três categorias do festival.

Outro ponto importante foi a ampliação dos cursos na área de gastronomia e empreendedorismo, em parceria com o Sesc-Tocantins e Sebrae-Tocantins, onde serão oferecidos aos participantes selecionados os cursos  Empreendedorismo, de Técnicas de Cozinha, que abrange no seu conteúdo programático: - Técnicas de identificação, limpeza e corte de carnes, aves peixes e legumes; Preparo de produções de legumes, sopas e saladas; Preparo de produções de carnes bovina, suína e frango; Preparo de produções de pescados, ovos, massas e molhos.

Para o presidente da Agtur, Cristiano Rodrigues, o principal foco desta edição é a qualificação dos participantes junto aos parceiros do evento. “Buscamos junto aos nossos parceiros oferecer aos participantes desta edição a oportunidade de qualificação, pois queremos, além de manter um festival com boa qualidade aos nossos palmenses e turistas, é deixar um legado de oportunidades e profissionalização, como vem acontecendo a cada edição”, enfatizou o presidente.

Pesquisa IFTO

Durante o evento também foi apresentada uma pesquisa realizada pela coordenação do curso superior de tecnologia em gestão de turismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO), que analisou o perfil socioeconômico do visitante do 8° Festival Gastronômico de Taquaruçu. A pesquisa apontou que 85% dos entrevistados avaliaram o evento como bom e muito bom, e que também suas expectativas foram superadas. Dentre os pesquisados, 98% possui a intenção de retornar nas próximas edições.

“A pesquisa apontou que o gasto médio por pessoa em cada noite do festival foi de aproximadamente R$ 96,05, o que gerou cerca de R$ 3.850,00 em todos os dias do evento, considerando um público total presente. No geral a pesquisa apontou que evento foi bem avaliado, e que não apenas para o festival, mas as pessoas disseram que pretendem voltar ao distrito de Taquaruçu”, avaliou a pesquisadora Geruza Erig. (Secom Palmas)