Saúde

Foto: Divulgação

Os dados com relação aos casos de dengue em algumas cidades do Estado já preocupam e exigem medidas de conscientização da população. Dos 139 municípios do Tocantins 11 vivem risco de epidemia de dengue, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde – Sesau pois apresentam mais de 300 casos por 100 mil habitantes. Conforme dados da Sesau este ano já foram 5.806 casos, um aumento de 13% com relação ao do ano passado porém vale frisar que nenhuma morte foi registrada em razão da doença.

No Sudeste do Estado, Dianópolis é a que tem a maior taxa de contaminação da doença e já registrou 2.435,4 casos por 100 mil habitantes. Em seguida vem Porto Nacional com 1.385,7 casos, depois Palmeirópolis com registro de 1.239,4. Os municípios de Palmas, Dianópolis, Porto Nacional e Dianópolis registram incidência até oito vezes maior que a máxima recomendada e estão em estado de alerta.

Com uma incidência de 1.413,2 casos por 100 mil habitantes a capital está em alerta. No ano passado, de janeiro a abril deste ano foram  registrados apenas 815 casos por 100 mil habitantes.

Ao todo 118 municípios registraram casos da doença no Tocantins e  também estão com índice alto os municípios de Tocantínia (744,2), Araguaçu (705,4), Tocantinópolis (473,7), Colinas do Tocantins (405,0), Araguaína (381,7), Paraíso do Tocantins (328,9) e Miracema (310,1).

Classificação

O Ministério da Saúde classifica como município de baixa incidência o que registram abaixo de 100 casos por 100 mil habitantes, moderada de 100 a 300 casos e alta incidência acima de 300 casos por 100 mil habitantes.