Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado do PSD, Toinho Andrade encaminhou à Assembleia Legislativa nesta quinta-feira, 30,  um requerimento onde  comunica a licença tratamento de saúde no período de 60 dias. Em entrevista ao Conexão Tocantins o parlamentar explicou que fez uma cirurgia no dia 17 e está se recuperando. “ Fiz uma operação e estou recuperando bem”, disse.

Nenhum suplente assumirá na vaga de Toinho porque o pedido de afastamento será só de 60 dias com possibilidade do parlamentar retornar antes dependendo apenas de liberação médica e repouso.

Terceirização e Maioridade Penal 

O deputado petista José Roberto Forzani (PT), nas vésperas do Dia do Trabalhador, criticou a PEC da terceirização e agradeceu as deputada Josi Nunes e Dulce Miranda pelo voto contrário na última votação na Câmara semana passada. O parlamentar chamou a proposta de  “PEC da escravidão”. “Espero que o Senado barre a medida e se não conseguir nós estamos discutindo com a presidente para que barre a PEC que tira direitos dos trabalhadores do nosso País”, disse. Citando nominalmente os deputados ele pediu que os parlamentares se posicionem contra a PEC. O presidente da Casa, Osíres Damaso comentou que em alguns setores é necessário a terceirização.

Outro assunto discutido foi a maioridade penal. O requerimento do deputado Ricardo Ayres (PSB) que recomendava à bancada federal que votasse contra a redução foi rejeitado em plenário pela maioria. “ A bancada pode entender como acinte ou ofensa. Eu particularmente não gostaria de receber nenhuma recomendação orientando meu voto com relação ao parlamento”, comentou Valdemar Junior durante a votação.

Alfinetadas

A presença do suplente de deputado, Igor Cortez na Assembleia expôs uma pequena disputa entre alguns deputados que representam Araguaína. O deputado Jorge Frederico repercutiu a presença e até sugeriu que seja aberta uma oportunidade para que o suplente assuma.

Jorge disse que o deputado ao assumir reforçaria a bancada que representa a cidade e a deputada Luana Ribeiro que presidia a sessão comentou que alguns deputados insistem em não incluí-la como representante da cidade. “ Minha história e tradição na cidade não tem como apagar”, chegou a dizer.

Em seguida o deputado Elenil comentou o assunto e disse que não há a intenção de excluída da bancada de Araguaína porém lembrou que ela foi candidata a prefeita de “Jamais nós a tiramos e podemos tirá-la da história de Araguaína”, disse. Em meio a elogios à deputada, Elenil comentou que ela estaria comprando uma residência na cidade mas Luana retrucou: “Quero te informar que já tenho residência em Araguaína, tenho um apartamento lá que é meu mesmo”, disse. Ela voltou a dizer que ninguém pode apagar sua história em Araguaína.

O deputado Olyntho Neto e a deputada Valderez Castelo Branco também registraram a presença de Igor.