Polí­tica

Foto: Divulgação

A classe política e também movimentos sociais do Tocantins começaram a se movimentar na defesa da reforma política. Entre os próprios políticos o assunto divide opiniões.

Solicitada pela deputada federal Josi Nunes (PMDB), a audiência proposta por Nilton Franco vai contar com a participação de membros da bancada federal do Tocantins, do relator da Reforma Política na Câmara dos Deputados, Marcelo Castro (PMDB-PI), e do também deputado federal Rubens Otoni (PT-GO). Conforme o Conexão Tocantins apurou movimentos sociais farão uma mobilização no dia da audiência. 

Os membros da Comissão Especial para a Reforma Política na Câmara dos Deputados estão ouvindo as propostas dos presidentes de todos os partidos políticos. Entre elas estão o fim da reeleição para o Poder Executivo e das coligações nas eleições proporcionais; a unificação das eleições, ou seja, a escolha de todos os cargos eletivos em um único pleito, e a formação de uma Assembleia Constituinte específica para a Reforma.

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), já informou que pretende por, com ou sem consenso, o projeto de reforma política em votação no plenário da Casa na última semana de maio.

Mudanças

O deputado Nilton Franco (PMDB), por exemplo, defendeu mudanças no sistema político-eleitoral brasileiro. Entre as propostas apresentadas pelo parlamentar constam o fim da reeleição, mandato de cinco anos, coincidência geral das eleições e proibição de financiamento de campanha por pessoas jurídicas.

Em seu pronunciamento, Nilton defendeu a participação da sociedade civil organizada no debate sobre a reforma. Aproveitou para convidar seus colegas deputados e a sociedade em geral para a audiência pública sobre o tema, em tramitação na Câmara dos Deputados. O evento será realizado na próxima segunda-feira, dia 11, às 9 horas, no auditório da Assembleia Legislativa.