Polí­cia

Neste domingo, 10 foi encontrado o corpo de Adriano Firmino, 16 anos que se afogou enquanto tomava banho em uma represa da zona rural de Nova Olinda. O acidente aconteceu por volta das 19 horas. Os bombeiros foram acionados para atender a chamada, mas o corpo foi encontrado logo após o ocorrido, por pessoas que também estavam na propriedade rural.

Apesar dos últimos casos de afogamento seguido de morte como o de Adriano, o número deste tipo de chamada atendida pelos bombeiros do Tocantins caiu nos últimos dois anos. Em 2013 os bombeiros foram acionados para atender 51 afogamentos com morte, já em 2014 durante todo o ano foram registrados 46 atendimentos da mesma natureza.

Em 2015 de janeiro até esta segunda, 11, foram registrados 14 óbitos, contra 19 no mesmo período de 2014. O coordenador do serviço operacional dos bombeiros, capitão Alex Matos Fernandes, explica que a maior parte dos acidentes registrados acontece por descuido e por que as pessoas deixam de atender as normas de segurança.

“É importante que as pessoas não tomem banho em locais desconhecidos, ou de grande profundidade, a água não deve passar da cintura, principalmente para quem não sabe nadar, e se for pescar nunca vá sozinho. No caso das embarcações vale lembrar que mesmo sendo movida por motor é importante levar remos, caso ocorra alguma pane e sempre usar o colete salva vidas. E por fim não teste os limites do seu corpo a não ser que seja profissional”, orienta Matos.

Por: Redação

Tags: Corpo de Bombeiros, Polícia