Estado

Foto: Divulgação

O governador Marcelo Miranda quer que sua equipe comece a trabalhar uma agenda positiva, para promover o desenvolvimento sustentável do Estado. Nesse sentido, determinou a sua equipe de Governo que realizasse discussões e reunisse dados e informações para que, posteriormente, o resultado desses levantamentos possa se tornar um grande projeto ou programa. O primeiro passo dessa ideia foi dado nesta segunda-feira, 11, num encontro entre vários secretários estaduais e o consultor Benedito Rosa do Espírito Santo, da área de desenvolvimento rural.

Para o secretário de Articulação Política, Paulo Sidnei, que coordenou a reunião, a parte logística do Estado está bem avançada e o momento agora, segundo ele, é de o Governo fazer gestões para canalizar recursos e investimentos para o Tocantins. “O governador Marcelo Miranda está intencionado a fazer gestões junto à União e aos organismos internacionais para canalizar investimentos para o Estado”, sustentou o secretário. 

Na avaliação de Benedito Rosa, a equipe do Governo Marcelo Miranda está estudando e analisando alternativas para a composição de uma agenda positiva, visando, inclusive,  o desenvolvimento rural do Tocantins, de forma sustentável sob o ponto de vista econômico, social e ambiental. “Essa primeira reunião teve como objetivo dar mais consistência e ajustar propostas que, posteriormente, serão levadas ao governador, para que ele dê início aos projetos executivos”, explicou o consultor.

O Tocantins teve o seu desenvolvimento prejudicado, mas hoje, de acordo com Benedito Rosa, o Estado tem um potencial produtivo e de infraestrutura extraordinários e irá aproveitar esse privilégio. “O governador Marcelo Miranda quer que tudo ocorra da melhor forma possível, com racionalidade e sem precipitações ou improvisos”, observou o consultor. 

Com a infraestrutura bastante avançada, o consultor adiantou que o Tocantins dispõe de condições perfeitas para a produção de soja, milho, frutas e carne bovina. “O PIB do Tocantins depende excepcionalmente da agricultura e da agroindústria e há de se aproveitar isso para agregar valor e gerar emprego e renda”, disse.

Segundo Paulo Sidnei, o pontapé dessa reunião é resultado de uma articulação política feita pelo governador Marcelo Miranda, em Brasília, e, passada a fase inicial desses quatro meses de administração, “é o momento para discutir ideias e incrementar novos programas às ações do Governo”, pontuou.

Participação

Além de Paulo Sidnei e Benedito Rosa, participaram da reunião os secretários Herbert Brito (Secretaria-Geral de Governo), Paulo Afonso (Fazenda), David Torres (Planejamento), Luzimeire Ribeiro (Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Clemente Barros (Agricultura), Aleandro Lacerda (Desenvolvimento Urbano e Habitação) George Brito (presidente da Agência de Ciência, Tecnologia e Inovação) e Wilmar Carneiro (superintendente de Desenvolvimento Empresarial, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo).

Consultor

Benedito Rosa do Espírito Santo é consultor na área de desenvolvimento rural, foi presidente da Conab, secretário-executivo do Ministério da Agricultura, secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura por duas vezes e representante de um Instituto da Organização dos Estados Americanos (OEA) na Argentina, durante quatro anos, além de ter sido o negociador do Brasil na Organização Mundial do Comércio (OMC) e Mercosul, durante anos. Tem uma experiência longa na área de desenvolvimento rural.

Por: Redação

Tags: Benedito Rosa, Marcelo Miranda, Paulo Sidnei