Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado Paulo Mourão (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa, usou a tribuna na tarde desta quarta-feira, dia 13, para destacar a implantação do projeto do governo federal Matopiba, lançado oficialmente no período da manhã pela Ministra da Agricultura, Kátia Abreu no Tribunal de Justiça, em Palmas. “Esse é um dia extremamente auspicioso, que gera esperança latente em todos nós tocantinenses, principalmente nesse momento de ajuste do Estado à Lei de Responsabilidade Fiscal”, discursou Mourão, destacando em seguida que algumas medidas tomadas pelo governo estadual mostram a maturidade da gestão do Governo Marcelo Miranda. “Em quatro meses de gestão vemos o Estado voltando ao eixo da normalidade e acima de tudo criando projetos consolidados”, frisou.

Paulo Mourão avaliou que o governo da presidente Dilma também tem buscado caminhos para enfrentar a crise, que é mundial, e que ao implantar o Plano de Desenvolvimento Agropecuário do Matopiba dá uma nova perspectiva ao País. “O Matopiba representa um incremento imenso ao processo da produção agrícola”, destacou. A região do Matopiba que abrange 337 municípios dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia compreende 73 milhões de hectares que receberão investimentos para impulsionar a produção de grãos. A região é considerada a última fronteira agrícola do mundo e atualmente representa 10% da produção de grãos no Brasil.

De acordo com Mourão, algo importante é que o Matopiba mostra a visão socialista do governo federal. “É algo espetacular, onde 94% dos produtores rurais da região estão enquadrados como muito pobres ou pobres, 0,5% são muito ricos e 5,5% estão na classe média. São 73 milhões de hectares que haverão de produzir, gerar emprego e distribuir riquezas”, observou.

O deputado ressaltou que o Matopiba não se preocupa somente em incrementar o processo da produção e fomentar industrialização dos estados. “Esse programa, além de gerar a garantia da industrialização se preocupa com a profissionalização do trabalhador, com a melhor qualidade do ensino e incentivo a educação no campo”, destacou.

Mourão apresentou um dado em que a safra nacional cresceu 8% em 2014, enquanto no Tocantins o crescimento da produção agrícola foi na ordem de 20%. “Imagine quanto o Tocantins não irá crescer a partir de agora, sendo que representa 24,7% em área territorial do que será plantado no Matopiba”, informou.

O deputado encerrou o discurso afirmando que o Tocantins está mudando o perfil do emprego com o aumento de postos de trabalho na agroindústria. “Precisamos dizer obrigado presidente Dilma, obrigado ministra Kátia Abreu, que você é uma das molas propulsoras deste novo Brasil, deste Brasil produtor, deste Brasil grande, deste Brasil que quer competir internacionalmente no processo da produtividade, deste Brasil que vai fomentar também a industrialização com valor agregado ao processo produtivo. É esse Brasil que nós temos orgulho de você ser uma tocantinense que está dando esse bom exemplo à comunidade brasileira”, declarou.

O líder do governo frisou que o governador Marcelo Miranda tem se mostrado à disposição da discussão e participação do Estado como agente fomentador desse novo processo de desenvolvimento. “O Tocantins não só vislumbrará, mas será ativo no processo e crescimento do Brasil. O momento é de arregaçar as mangas e partirmos ao trabalho, aqui passa o processo da produção desse novo Brasil que está sendo construindo com visão social justa, fraterna, grandiosa, parceira e harmoniosa que este é Brasil que a presidente Dilma e que este governo do governador Marcelo Miranda estão construindo”, finalizou.