Polí­tica

Foto: Divulgação

Na noite de ontem, 14 de maio foi promovida pela Câmara Municipal de Gurupi uma reunião para tratar da segurança em Gurupi. Compareceram vereadores desta casa de leis, e a convite da Câmara também estive presente o Secretário de Segurança Pública do Estado, César Roberto Simoní Freitas, Comandante do 4º BPM de Gurupi, Major Flávio Santos, Vice-presidente da OAB de Gurupi, Dr. Adilar Daltoé, além de representantes de outras entidades também ligadas ao assunto.

O Vereador Prof. Cabo Carlos iniciou o debate apresentando ideias para coibição da criminalidade, que segundo ele tem suas raízes fixadas nas drogas, “devemos buscar alguma forma de coibir a violência em nosso município, eu proponho que volte a funcionar o fórum permanente de segurança pública, que há 6 meses está inativada por alguns fatores, e a discussão deve ser retomada. Ações repressivas, imediata, com todas as forças da segurança pública, tanto estadual como municipal, podem resolver, como por exemplo a presença do exército, há algum tempo eles estiveram em nossa cidade, e ação foi positiva, foi uma semana de ação ostensiva, e a criminalidade praticamente zerou”, destacou.

O Promotor Pedro Evandro de Vicente Rufato destacou o pedido feito na última terça-feira (13/05), pela Promotoria Estadual expedido ao Comandante Geral da Polícia Glauber de Oliveira Santos orientando que disponibilize 08 viaturas e 60 policiais para atuarem em Gurupi, “acredito que se o Estado disponibilizar no mínimo a metade do que foi orientado, os índices de criminalidade diminuíram de forma significativa em nossa cidade”, afirmou.

Ainda durante a reunião foi apontado pelo Vereador Jonas Barros como facilitador de crimes, a falta de limpeza de lotes e reposição de lâmpadas de vias públicas. Diante do exposto o procurador do município Thiago Benfica afirmou que os trabalhos de limpeza destes terrenos serão intensificados pelo município, e inclusive os proprietários destes lotes serão notificados e a troca de lâmpadas também será constante, destacou.

Após os questionamentos e problemáticas apresentadas, o Secretário de Segurança Pública declarou que a reunião realizada se fez necessário, “estou aqui hoje a pedido do Presidente desta casa e me sinto honrado de poder participar” disse, segundo ele a situação que o Estado se encontra é lastimável, Gurupi passa por um momento delicado em relação à criminalidade e em Araguaína não é diferente, “a Polícia Civil, Militar, a segurança pública como um todo têm atuado como verdadeiros heróis estão todos sobrecarregados, enfrentamos uma série de dificuldades de orçamento, mas brevemente a polícia terá instrumentos para que o seu trabalho seja ainda mais eficiente, teremos uma polícia bem aparelhada, não vamos desistir de combater a criminalidade, para isso trabalharemos com inteligência e investimentos”, declarou.