Polí­tica

Foto: Divulgação

No final da tarde da última terça-feira, 19, uma operação de combate à criminalidade, deflagrada por policiais civis da 3ª Delegacia de Porto Nacional, sob o comando do delegado Hudson Guimarães Leite, resultou na prisão apreensão de mais de cinco quilos de crack e na prisão do moto taxista Abílio Fernandes de S., de 50 anos de idade, o qual foi autuado pela prática do crime de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo, naquele município. 

De acordo com o delegado responsável pela operação, às investigações da Polícia Civil tiveram início há aproximadamente duas semanas devido a indícios de que um conhecido traficante de Porto Nacional, conhecido pelo apelido de “Pixilinga” estaria utilizando uma residência localizada, no Setor Novo Planalto com o objetivo de armazenar drogas, que posteriormente seriam comercializadas na cidade.

Com base nas informações, os agentes montaram campana nas imediações da residência e constataram que, de fato, o imóvel estava sendo utilizado como depósito de drogas e, por volta das 17h30 da última terça-feira, os policiais civis adentraram no local e, após a realização de buscas, encontraram os cinco quilos de drogas, além da pessoa de Abílio, que de imediato, confessou estar em poder da droga, mas afirmou que o entorpecente pertencia a “Pixilinga”. Dando seqüências às buscas, os policiais civis também encontraram uma espingarda calibre 32, que estava escondida em um dos cômodos do imóvel.

Em seguida, os agentes deslocaram-se até a casa de Pixilinga, no entanto, o mesmo conseguiu fugir ao perceber a chegada da polícia. No local, os policiais encontraram vários aparelhos televisores, filmadoras, vários celulares, e uma câmera digital. Todos os produtos foram apreendidos e encaminhados à Delegacia onde serão periciados, pois existe a suspeita de que sejam produtos de furtos e roubos praticados, nos últimos dias em Porto Nacional.

Após os procedimentos cabíveis, Abílio Fernandes foi recolhido à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional, onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário. A Polícia Civil intensificou as investigações e buscas, no sentido de localizar e prender “Pixilinga” e demais pessoas que, por ventura estejam envolvidos com o tráfico de drogas, em Porto Nacional e região. (Ascom SSP)