Palmas

Foto: Divulgação

A polêmica com relação à retirada da placa original da inauguração do Parque Cesamar continua rendendo. Com os questionamentos, o prefeito de Palmas, Carlos Amastha informou que a pedra está na Casa Sussuapara porém ainda assim, seu adversário político, o ex-deputado estadual Marcelo Lelis (PV) manteve às críticas à postura do gestor. O Cesamar foi entregue esta semana á população após quase um ano fechado para a reforma. A revitalização do parque agradou a população e ganhou elogios e reconhecimento até dos desafetos do prefeito.

“Por um momento pensei que o bom senso prevaleceria, que a placa original seria devolvida ao seu lugar... Seria devolvida à pedra monumento colocada lá a quase 20 anos para recebê-la, ingenuamente protocolei um oficio solicitando isso”, disse. O ex-deputado chamou o prefeito de dono de Palmas.  “Não foi preciso esperar a resposta o "dono de Palmas" esbravejou logo, lugar da "pedra antiga" é ali e pronto....”, disse.

Mesmo com a resposta da Prefeitura de Palmas de que a placa está guardada na Casa Sussuapara, Lelis reafirmou que vai à justiça. “Pois registro aqui que, como disse no início, eu não vou me omitir...como a resposta da prefeitura já veio, vamos direto à justiça....E acredito que de uma forma ou de outra essa placa mais dia menos dia vai voltar ao lugar de onde nunca deveria ter saído”, disse.

Lelis foi criticado pelo vereador da base do prefeito, Milton Neris (PR) pelo fato de ter questionado a retirada.

O ex-deputado está visitando várias cidades do Estado reestruturando o PV. Nesta sexta-feira a caravana do partido passa por Santa Maria, Recursolandia, Bom Jesus e à noite em Pedro Afonso.