Estado

Foto: Tharson Lopes Mais de 800 servidores compareceram à Sedruh durante as duas semanas que o cadastro ficou aberto, uma média de 58 servidores por dia Mais de 800 servidores compareceram à Sedruh durante as duas semanas que o cadastro ficou aberto, uma média de 58 servidores por dia

Os servidores públicos estaduais e municipais não perderam a chance de se cadastrarem no Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) que possibilita o financiamento com boas condições de mercado de 392 apartamentos na Arne 61, em Palmas. Mais de 800 servidores compareceram à Secretaria de Desenvolvimento Regional, Urbano e Habitação (Sedruh) durante as duas semanas que o cadastro ficou aberto, uma média de 58 servidores por dia.

O servidor estadual Paulo César Benfica Filho foi o primeiro a realizar o cadastro e está confiante. “Assim que soube do programa e vi que me encaixava nos critérios de seleção, providenciei os documentos e deixei tudo pronto. É uma boa oportunidade, pois as condições do financiamento são muito melhores que no mercado. Agora é só aguardar a aprovação do meu cadastro e assinar o contrato”, comentou.

Para o subsecretário da Sedruh, Rogério Spielmann, apesar de algumas das pessoas cadastradas não serem aptas ao financiamento por conterem algum tipo de restrição, não será necessário realizar outras chamadas para preencher o número de apartamentos oferecidos nesta etapa. “A procura dos servidores foi alta, então por mais que haja impedimentos para algumas famílias, acreditamos que será possível selecionar pessoas para os 392 imóveis”, comentou.

Quem perdeu o prazo, deve aguardar novas chamadas que serão feitas a cada novo empreendimento imobiliário lançado pelo programa, já que somente este ano está prevista a construção de 3.250 unidades habitacionais em diversas regiões de Palmas, por meio da parceria entre o Governo do Estado e o governo federal. Se o número de servidores cadastrados aptos for superior a 392, esses  ficam pré-selecionados para o próximo lançamento, que deve ocorrer ainda no primeiro semestre deste ano. (Ascom /Sedruh)