Palmas

Foto: Antônio Gonçalves

A Prefeitura de Palmas por meio da Fundação Cultural (FCP), abriu nessa segunda-feira, 1º, as inscrições para os feirantes interessados a participarem do 23° Arraiá da Capital com barracas de comidas típicas de festa junina. As inscrições devem ser feitas na sede da (FCP) no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho de segunda-feira à sexta-feira, das 8 às 18 horas, até o dia 08 de junho.

Após o período de inscrições a Comissão Organizadora fará a seleção dos feirantes, que participarão de uma reunião no dia 11 de junho às 15h30 no Theatro Fernanda Montenegro com um técnico da Vigilância Sanitária do Município para instruções de funcionamento, onde também acontecerá o sorteio da localização das barracas.

Com uma história de 22 anos completados em 2014, o Arraiá da Capital se consagrou como o maior São João da Região Norte do País. Além da abordagem cultural, o Arraiá com mais de 30 comerciantes de comidas típicas movimenta a economia.

Na programação também haverá concurso da melhor barraca. Decoração, atendimento, higiene e limpeza, originalidade e claro o tempero e o sabor das comidas típicas são critérios avaliados para a escolha das cinco melhores barracas do 23º Arraiá da Capital,que terão garantia da participação no arraiá do ano subsequente.

Regulamento:

1

Participarão as entidades filantrópicas, culturais, associações e comerciantes com experiência na culinária típica junina.

2

As entidades assinarão um termo de responsabilidade que constará dos direitos e deveres a serem cumpridos, declarando estarem de acordo com o regulamento.

3

Só será permitida a instalação de somente 01 (uma) barraca para cada entidade e fica terminantemente proibido o repasse da barraca a terceiros.

4

Todas as barracas deverão estar identificadas com nome de fantasia.

5

Cada entidade deverá obedecer obrigatoriamente o horário de funcionamento do Arraiá da Capital que terá inicio todos os dias às 19 horas, sendo que a barraca tem que estar pronta com todos os produtos 2 (duas) horas antes do início da festa

6

Após o sorteio da localização das barracas não será permitido a troca de local e os remanejamentos poderão ser efetuados com prévia autorização da Fundação Cultural de Palmas.

7

É obrigatório a presença no sorteio, o candidato escrito que não estiver presente, terá seu nome cancelado da lista;

8

As barracas deverão conter obrigatoriamente, no mínimo seis e no máximo dez jogos de mesas e cadeiras;

9

As barracas deverão estar limpas antes do início da festa e durante todo o decorrer do evento;

10

O proponente deverá obrigatoriamente colocar lixeiras dentro e fora das barracas;

11

A limpeza do local deverá ser feita por cada Entidade, recolhendo o lixo e ensacando-o nas caixas coletoras existentes no local;

12

Será permitida a utilização de freezer, geladeiras e balcão para quentes e frios e outros equipamentos necessários para um bom funcionamento;

13

Todos os materiais como copos, pratos, talheres etc, deverão ser descartáveis;

14

Todas as barracas deverão manter um número de pessoas suficientes para um bom atendimento;

15

Todas as barracas deverão ter seu cardápio, com os preços discriminados e de fácil acesso ao cliente;

16

Não será permitida a venda de bebidas em vasilhame de vidro;

17

Cada barraca deverá comercializar obrigatoriamente no mínimo 03 (três) pratos típicos de festa junina;

18

Obrigatoriamente os contemplados participarão de uma reunião com Vigilância Sanitária do Município, com data a divulgar e as Entidades deverão comparecer e cumprir rigorosamente as solicitações da mesma;

19

É obrigatório ter 01 (um) extintor a cada 2 (duas ) barracas;

20

Haverá concurso da melhor barraca, cujos quesitos a serem julgados serão: decoração / melhor atendimento / higiene e limpeza / originalidade / melhor comida típica;

21

Cada barraca deve ter decoração típica de festejos juninos, considerando a seleção da mais típica;

22

Os jurados visitarão as barracas de alimentação observando para julgar os quesitos previstos neste regulamento, e os comerciantes deverão disponibilizar pratos típicos para degustação.

23

Os cinco primeiros classificados terão garantia da participação no Arraiá do ano subseqüente;

24

Haverá concurso de melhor pipoqueiro cujos quesitos a serem julgados serão: melhor atendimento; higiene e limpeza / decoração, figurino à caráter, etc.

25

A premiação do melhor pipoqueiro será um troféu e a garantia de participação no próximo arraiá.

26

Caso haja desistência, o fato deverá ser comunicado com antecedência de no mínimo sete dias, exceto em casos de saúde própria ou de parentes de até 2° grau devidamente comprovados, o não cumprimento desse regulamento impedirá o responsável participar do Arraiá da Capital por 2 anos

27

No caso de não cumprirem com o regulamento ficarão impedidos de participarem no próximo arraiá.

28

Os casos não previstos neste Regulamento serão solucionados pela Comissão Organizadora do Arraiá da Capital / 2015.