Polí­cia

Foto: Divulgação

Foi preso na tarde de ontem, em Gurupi, no Sul do Estado, o padre Marcos Aurélio Costa da Silva, 38 anos, da Paróquia Divino Espírito Santo, em Peixe, também na região Sul. De acordo com a Polícia Civil, a detenção ocorreu quando ele supostamente compareceria a um encontro com um adolescente, de 16 anos, com quem vinha mantendo contato através de uma rede social. O padre é suspeito de aliciamento de menores.

A Polícia Civil informou que o suspeito usava um perfil falso nas redes sociais, na qual se passava por mulher e enviava imagens pornográficas para as supostas vítimas no intuito de atraí-las. O perfil era de uma garota chamada Vanessa, que era loira e com menos de 25 anos.

Ainda de acordo com a polícia, o padre foi autuado com base nos artigos 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que tratam sobre divulgação de conteúdo pornográfico para menores, simulação de crianças em cenas de sexo explícito e aliciamento de menores com o intuito de praticar com eles ato libidinoso. A pena para esses crimes varia entre um e quatro anos de reclusão, além de multa.