Polí­tica

Foto: Divulgação

A ministra Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) visitou nessa terça-feira (2) o embaixador do Japão, Kunio Umeda, para tratar da ampliação de parcerias comercias entre os mercados brasileiro e japonês. O Brasil pretende voltar a exportar carne bovina in natura para o Japão. Os japoneses, por sua vez, buscam acordo para vender Kobe Beef ao Brasil.

A ministra manifestou ao embaixador interesse em firmar um acordo sanitário com o Japão, a fim de harmonizar regras e facilitar processos. “Queremos a confiança do mundo nos produtos brasileiros, e os acordos sanitários são um passo importante nesse sentido”, afirmou.

Kátia Abreu e Kunio Umeda também trataram da liberação da venda de manga e melão brasileiros ao Japão, processo que está em fase de análise de risco.

Ficou acertado que a ministra terá, em São Paulo, uma reunião ampla com empresários japoneses para apresentar o potencial do agronegócio brasileiro e as oportunidades de investimentos em infraestrutura no País. O encontro servirá para preparar os acordos que Kátia Abreu pretende firmar durante sua visita oficial ao Japão, prevista para julho.

Matopiba

O embaixador afirmou que o Japão tem grande interesse em ampliar a compra de produtos alimentícios do Brasil e em investir em infraestrutura, especialmente na região do Matopiba (formada por partes do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia). “Não é preciso falar sobre o potencial agrícola do Brasil. É o país que poderá salvar o mundo e garantir a segurança alimentar. O Japão agradece muito”, destacou Umeda.

A ministra disse que sua visita ao país asiático será uma ótima oportunidade para firmar cooperação ainda mais intensa entre as duas nações. “Temos muito orgulho em cooperar para a segurança alimentar japonesa. Nossa relação é histórica e temos muito o que ampliar nossas relações comerciais”, observou.

Por: Redação

Tags: Japão, Kunio Umeda, Kátia Abreu, Matopiba