Geral

Foto: Divulgação

Consciente de seu papel sócio ambiental com a comunidade, o Sebrae Tocantins por meio do Programa Sebrae Ambiental, inicia neste mês de junho o serviço de coleta de óleo de cozinha (óleo de fritura) em parceria com a empresa Tocantins Biodiesel Recicláveis S/A. O serviço será oferecido inicialmente por meio de um ponto de coleta na sede do Sebrae em Palmas.

Além de obstruir a tubulação das residências, o óleo de cozinha quando descartado de forma incorreta é altamente nocivo ao meio ambiente, uma vez que o sistema de tratamento de água e esgoto não consegue filtrar completamente a substância. O óleo causa problemas de drenagem e retenção dos sólidos, dificultando assim o tratamento e a distribuição de água potável para a população. Quando jogado no solo, ele acaba impermeabilizando-o e dificulta o escoamento da água da chuva, aumentando o risco de enchentes.

De acordo com o diretor presidente da Tocantins Biodiesel Recicláveis S/A, Marcelo Perim, são utilizados substâncias químicas no processo de reaproveitamento do óleo de cozinha, que o transforma em três materiais derivados: glicerina, biodiesel e álcool.

“A implantação do ponto de coleta de óleo vegetal visa colaborar com a missão do Programa Sebrae Ambiental ao reduzir a quantidade de poluição causada por esse tipo de resíduo que é jogado diariamente no meio ambiente prejudicando o solo e água”, comenta a analista técnica do Sebrae e gestora do programa, Flávia Cappellesso.

Para fazer o descarte do óleo no ponto de coleta é necessário armazená-lo em uma garrafa PET, o mesmo será enviado à empresa parceira de reciclagem, que irá transformá-lo em biocombustível, sabão e sacolas plásticas, colaborando também para a geração de renda.

Por: Redação

Tags: Flavia Cappellesso, Marcelo Perim, Sebrae