Estado

Foto: Divulgação

Durante a 157ª sessão ordinária do Conselho Superior do Ministério Público, realizada na manhã dessa segunda-feira, 08, foram julgados concursos de promoção e remoção para sete Promotorias de Justiça. Após a sessão, o procurador-Geral de Justiça assinou os atos e termos de exercício dos promotores de Justiça que tiveram movimentação em sua carreira.

Diversos membros, concorrentes nos concursos, acompanharam a sessão ordinária do Conselho, juntamente com o presidente da Associação Tocantinense do Ministério Público (ATMP), Luciano César Casaroti. Na ocasião, também foi aprovada a instalação da 13ª Promotoria de Justiça de Araguaína, com atribuição na área de execução penal.

Após a conclusão do julgamento, o presidente do Conselho, Clenan Renaut de Melo Pereira, determinou a abertura de novos editais de concursos de promoção e remoção, visando prover as vagas deixadas em aberto.

Confira, abaixo, quais membros foram beneficiados com a movimentação na carreira.

Terceira entrância 

8ª Promotoria de Justiça de Araguatins: Roberto Freitas Garcia – remoção por antiguidade;

2ª Promotoria de Justiça de Colinas do Tocantins: Thaís Cairo Souza Lopes – promoção por merecimento;

1ª Promotoria de Justiça de Araguatins: Breno de Oliveira Simonassi – promoção por antiguidade;

3ª Promotoria de Justiça de Paraíso do Tocantins: Guilherme Goseling Araújo – remoção por merecimento;

6ª Promotoria de Justiça da Capital: Fábio Vasconcellos Lang – remoção por antiguidade.

Segunda entrância 

Promotoria de Justiça de Formoso do Araguaia: Rodrigo Alves Barcellos – promoção por merecimento;

Promotoria de Justiça Ananás: Celsimar Custódio Silva – promoção por antiguidade.