Estado

Foto: Divulgação

Foi sancionada a lei que concede revisão geral da remuneração dos servidores do Quadro de Cargos Efetivos e do Quadro de Cargos de Provimento em Comissão do Poder Judiciário do Estado do Tocantins. A lei entra em vigor na com efeitos financeiros a partir de 1º de maio de 2015.

A revisão atinge a remuneração dos servidores do Quadro de Cargos Efetivos (QCE-PJ), ativos, inativos e pensionistas e do Quadro de Cargos relativa à data base de janeiro a dezembro do ano de 2014, no percentual de 6,2283%.

O salário para o cargo de analista judiciário pode chegar a R$ 15.552,38 mil, de técnico judiciário a R$ 9 mil e auxiliar judiciário a R$ 4 mil.

A tabela de cargos comissionados e salários do órgão publicada como anexo da lei mostra ainda que o maior salário é o de Diretor Geral com salário de R$ 17 mil  e o menor é o de técnico d enfermagem em torno de R$ 2 mil. São 60 cargos de assessores jurídicos de desembargadores com salários de R$ 15 mil para cada um. Ao todo são  mais de 650 cargos comissionados no órgão.

A data-base da Assembleia Legislativa e Tribunal de Contas já foi sancionada pelo governador Marcelo Miranda. Os servidores do Executivo ainda negociam com o governo com relação ao pagamento do benefício. A atual gestão já apresentou a proposta e deve encaminhar para a Assembleia Legislativa. A situação financeira delicada e frustração de receitas nesse quadrimestre levaram o governo a parcelar o pagamento do benefício. 

Por: Redação

Tags: Tribunal de Justiça