Palmas

Foto: Divulgação

A ponte Fernando Henrique Cardoso, que liga Palmas a Paraíso do Tocantins, terá tráfego em meia pista no domingo, dia 14, das 5h às 12h em razão do Circuito Nacional Sesc Triathlon. Colaboradores da SMATT - Secretaria Municipal de Acessibilidade, Mobilidade, Trânsito e Transporte estarão no percurso para acompanhar o trânsito.

A interdição de metade da pista se faz necessária para a realização da prova de ciclismo. O tráfego funcionará em sistema de siga e pare, sempre com orientação de profissionais do trânsito. Em 2014, a prova exigiu o mesmo procedimento e nenhum acidente foi registrado.

Já a Avenida JK, local onde os atletas farão a prova de corrida, será observada pela Polícia Militar. Este ano, a etapa Palmas do Circuito Nacional Sesc Triathlon recebe cerca de 490 atletas vindos de 13 estados, mais o Distrito Federal.

Apoiadores

Para a realização da prova, o Sesc Tocantins conta com a parceria da Adetur – Agência de Desenvolvimento Turístico do Estado, Marinha do Brasil – Capitania Fluvial do Araguaia/Tocantins, Corpo de Bombeiros Militar, Dertins – Departamento de Estradas e Rodagens do Tocantins, 22º Batalhão de Infantaria do Exército do Tocantins, Federação Tocantinense de Triathlon, Fundesportes – Fundação Municipal de Esporte e Lazer, Hospital Geral de Palmas, Polícia Militar, Prefeitura de Palmas, Pronto Atendimento Norte, Odebrecht Ambiental – Saneatins, Secretaria de Esporte do Estado, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Secretaria Municipal de Saúde, Senac, SMATT - Secretaria Municipal de Acessibilidade, Mobilidade, Trânsito e Transporte, Ulbra e Partiuuu (www.partiuuu.com.br).

Além destes parceiros, o Sesc conta ainda com o apoio da Ascampa – Associação de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis da Região Centro Norte de Palmas para o recolhimento e reciclagem dos copos plásticos utilizados pelos atletas durante a prova.

Move Brasil

O Sesc Triathlon Circuito Nacional é um evento integrante do Move Brasil, que é uma campanha aberta e permanente para aumentar o número de brasileiros praticantes de atividades físicas até 2016. Por meio de diversas ações, o projeto tem como objetivo expandir e democratizar a oferta de esporte à população de todas as idades com foco na melhora da qualidade de vida e no desenvolvimento social.