Polí­cia

Foto: Imagem ilustrativa

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 02, a operação OFFSET*, com o objetivo de desarticular associação criminosa dedicada à produção, venda e distribuição de moeda falsa em 7 unidades da Federação. Segundo informação do Banco Central, a associação criminosa pode ter movimentado cerca de R$ 4 milhões em moedas falsas.

Cerca de 70 policiais federais cumpriram 9 mandados de prisão, 12 mandados de Busca e Apreensão e 3 mandados de condução coercitiva, em Palmas, Araguaína e Porto Nacional. Os mandados de prisão foram expedidos pelo titular da 4ª vara da Justiça Federal no Tocantins, Pedro Felipe Santos. Uma fábrica clandestina de notas falsas foi descoberta em Araguaína/TO. 

A investigação, iniciada há cerca de 4 meses, revelou que a quadrilha produzia e distribuía cédulas falsas de R$ 100, com padrão elevado de semelhança, facilitando a circulação das notas. Nesse período, foram apreendidas pela PF aproximadamente R$ 30.000 em cédulas falsas, na posse de 15 pessoas, presas em flagrante.

Os exames periciais realizados confirmaram que todas as cédulas apreendidas, no Tocantins, Pará, Goiás, Maranhão, Piauí, Pernambuco, além do Distrito Federal, foram impressas no mesmo equipamento, demonstrando o grande potencial ofensivo do grupo desarticulado. (Ascom PF) (Matéria atualizada às 11h03min)