Economia

Foto: Divulgação

Na manhã desta quarta feira, 08 de julho, a superintendência do Banco da Amazônia no Tocantins realizou em sua sede a primeira etapa do Encontro Técnico para o Planejamento da Aplicação das Fontes de Recursos Financeiros para 2016-2019. O encontro serve para debater quais os setores produtivos receberão investimentos por parte do Banco que, em parceria com vários órgãos, promoverá o desenvolvimento da região.

Representantes de vários setores da sociedade compareceram ao evento que agora passa a ser realizado de quatro em quatro anos e não mais anualmente como era feito. O superintendente do Banco da Amazônia, Marivaldo Melo, explicou o foco do encontro: “O Banco tem muito dinheiro para aplicar no Estado, mas não queremos esse dinheiro concentrado em poucas áreas, queremos pulverizar ao máximo esse crédito e por isso temos que ouvir todos os setores que precisam dele para desenvolver”, afirmou. 

Na primeira etapa do encontro foi realizada uma avaliação de cada região do Estado em que o Banco da Amazônia atua e debatido qual área de produção merece mais atenção ou ser incluída no Plano de Aplicação. O destaque ficou para a piscicultura e para a produção de energia solar que vem ganhando força no Estado.

Compareceram na reunião o presidente do Ruraltins, Pedro Dias Corrêa, o presidente da Acipa, Fabiano do Vale, o secretário da Seder, Roberto Jorge Sahium e o diretor Técnico do Sebrae, Higino Júlia Piti, acompanhados por equipes de apoio e gestão.

Por: Redação

Tags: Banco da Amazônia, Marivaldo Melo