Economia

Foto: Divulgação

Depois de vários meses em queda, a confiança do empresário do comércio em Palmas, apresentou um pequeno crescimento em maio e continua num ritmo maior agora em junho. Pesquisa que mede o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) de junho, na Capital, apontou crescimento de 3,5 pontos com relação a maio. Enquanto em maio o índice estava em 89,8 pontos, em junho subiu para 93,5 pontos. No comparativo com o mesmo período do ano passado, percebe-se todo o processo da queda, já que em junho de 2014 o ICEC registrou 118,9 pontos, revelando uma queda de 25,4 pontos.

Mas o pessimismo continua reinando quando o cenário é a condição da atual economia brasileira. Os empresários que andam pessimistas chegam a 86,1%. Já os otimistas somaram apenas 14% dos empresários ouvidos.

A condição atual do setor do comércio também não inspira melhoras. Dos entrevistados, 76,7% disseram que houve piora nesse quadro. Já os empresários otimistas somaram apenas 23,3%.

Na expectativa sobre a economia brasileira, o empresariado palmense está mais otimista. Dos entrevistados, 63,6% preveem melhoras. No lado dos menos confiantes, 36,3% afirmaram que vai haver piora nesse cenário.

Quanto à expectativa para o comércio, a pesquisa apontou que 75,1% dos empresários palmenses também continuam otimistas. Na outra ponta, a dos pessimistas, somaram 24,9%.

A expectativa de contratação de funcionários continua em baixa. Dos entrevistados, 60% afirmaram da necessidade de redução de seus quadros. Somaram 40% os que afirmaram a necessidade de aumentar esse número.

Propondo ser um indicador antecedente de vendas do comércio, do ponto de vista dos empresários comerciais, da Capital, a Peic é uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em parceria com a Fecomércio Tocantins. A pesquisa foi realizada nos últimos 10 dias do mês de maio deste ano. Os números aqui apresentados são um recorte do índice geral, ou seja, os números das empresas que possuem até 50 funcionários e as com mais de 50 empregados. Um total de 120 empresas foram consultadas, todas localizadas em Palmas. (Ascom Fecomércio)