Polí­tica

Foto: Divulgação

Por unanimidade nessa quarta-feira, dia 15, na Comissão de Viação e Transportes (CVT), da Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei nº 1046/2015, de autoria do deputado federal, Vicentinho Júnior (PSB-TO) que denomina "Rodovia Senador João Ribeiro” o trecho urbano da rodovia BR- 153, do km 134,8 ao km 147,8 situado na cidade de Araguaína no Estado do Tocantins.

A proposta tem por finalidade prestar homenagem segundo o projeto do parlamentar ao "grande líder político, companheiro fiel, que deixou um legado de realizações em prol da sociedade tocantinense e brasileira. Um apaixonado pelo Tocantins, suas realizações ficarão para sempre gravadas na história do nosso povo", afirma o projeto. Ainda segundo o projeto, João Ribeiro era "um homem público conciliador que, com sua simplicidade e firmeza, lutou pela melhoria do nosso Estado, em especial pela cidade de Araguaína. Em cada cidade do Tocantins, temos uma lembrança do grande João do Povo, que foi incansável na busca de melhorias para o nosso Estado, principalmente para beneficiar as famílias mais carentes".

De acordo com o deputado Vicentinho, as obras estruturantes de Ribeiro: rodovias, urbanização, canalização, a edificações sociais, creches, escolas, unidades de saúde, ficarão registradas. "João Ribeiro era exemplo de cidadão consciente de seus deveres, um ser humano solidário, um pai dedicado e um homem de família. Pessoa aguerrida, que, independentemente de posicionamentos políticos, sempre vislumbrou o melhor para o nosso Estado e para a nossa gente", segundo Vicentinho. 

João Ribeiro 

João Batista de Jesus Ribeiro, o João do Povo, o João da Ótica, o João das Creches, nasceu em Campo Alegre de Goiás, em 25 de junho de1954, e faleceu em 18 de dezembro de 2013 na cidade de São Paulo. Filho de uma funcionária pública, Tereza Hilário Ribeiro, e de um pedreiro, Jesus Francisco da Silva, João Ribeiro trabalhou desde os 10 anos de idade para ajudar na criação dos irmãos. Empresário do ramo ótico iniciou sua carreira política em 1982 como vereador da cidade de Araguaína pelo PDS. Eleito deputado estadual ainda pelo Estado de Goiás, participou do movimento de criação do Estado do Tocantins. Eleito prefeito de Araguaína entre 1989 a 1992, seguiu para a Câmara Federal em 1994, com dois mandatos consecutivos.

Em 2002, elegeu-se senador pelo Tocantins. Nas eleições estaduais do Tocantins em 2010, reelegeu-se como o mais votado. Foi, entre os anos de 2011 e 2013, o único representante do Tocantins na Mesa Diretora do Senado Federal, tendo sido eleito para o cargo de 2º Secretário, durante o biênio 2011/2013.