Turismo & Lazer

Foto: Frederik Borges  Praia da Gaivota, em Araguacema, conta com estrutura de restaurantes, lanchonetes, equipamentos sanitários e palco Praia da Gaivota, em Araguacema, conta com estrutura de restaurantes, lanchonetes, equipamentos sanitários e palco
  •  Passeio de barco é uma opção de diversão para turistas das praias tocantinenses

Sol, praia, calor e alegria. A temporada mais festiva de lazer do Tocantins já começou. Em todas as regiões do Estado, atrativos em diversos rios, lagos e balneários já começaram a receber visitantes e turistas de todas as partes do País.

Tendo como eixo temático os rios Araguaia e Tocantins, as praias aproveitam a potencialidade turística aliada à tranquilidade e à segurança das cidades tocantinenses. Além das belezas naturais, a temporada de praias movimenta a economia local, gera renda e postos de trabalho a milhares de pessoas em estabelecimentos como pousadas, restaurantes, bares e pequenos comércios durante os meses de julho a agosto.

Em Araguacema, município banhado pelo rio Araguaia, localizado na região sudoeste do Tocantins, distante 290 km de Palmas, a programação de lazer começou no último dia 10 de julho e se estenderá até o início do mês de agosto. Na Praia da Gaivota, a principal da região, a estrutura física já está montada com seis restaurantes, dez lanchonetes, equipamentos sanitários, área delimitada para banho e um grande palco para shows artísticos.

A cidade conta ainda com bares, lanchonetes e restaurantes, além de pousadas e hotéis que já estão com lotação esgotada em praticamente todos os finais de semana do mês de julho e início de agosto. Para o casal de turistas do Maranhão Leandro José e Mônica Lucena, que pela primeira vez visitam a cidade, a estrutura e beleza da praia encantaram. “Está aprovada. A praia é muito bonita, limpa e organizada. Pretendemos voltar”, afirmou Leandro José.

Expectativas

A estudante Mayra José da Silva e a mãe dela, a costureira Divanete José da Silva, aproveitaram a folga de julho e resolveram buscar uma nova fonte de renda. Com investimentos de cerca de R$ 10 mil e o apoio de familiares e amigos, elas abriram um restaurante na Praia da Gaivota e, já no primeiro dia, a movimentação de turistas gerou boas expectativas para o restante da temporada.

Com um cardápio variando entre R$ 25 e R$ 40, elas esperam obter o retorno do investimento temporário. “Pretendemos dobrar o valor investido. Para isso, vamos trabalhar bastante para agradar os turistas”, afirmou a estudante. Já o barqueiro Gilberto Ferreira investiu em barracas familiares para aluguel, com capacidade para hospedar até dez pessoas, com valores de R$ 300 por final de semana. “A expectativa é grande porque muita gente não consegue vaga nos hotéis da cidade e temos esta opção pra oferecer na própria praia”, afirmou.

Estruturas

As estruturas contam com apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), do governo federal, por meio do Ministério do Turismo, e da Assembleia Legislativa, por meio de emendas parlamentares dos deputados.

Este ano, a Sedetur conta com parceiros importantes na divulgação e realização da Temporada de Praias 2015, como a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Agência de Fomento, Procon, Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Polícia Militar Ambiental, Odebrecht Ambiental Saneatins e os municípios realizadores da Temporada de Praias.

Informações

Localizado no cais da cidade, em frente à praia, o Centro de Apoio ao Turista, mantido pela Prefeitura de Araguacema, fornece informações sobre pousadas, hotéis, restaurantes, barracas para alugar na praia e também aluguel de residências mobiliadas para temporada. De acordo com o responsável pelo local, o servidor público Getúlio Martins dos Santos, os interessados em hospedagem e demais serviços podem acessar não só o site da Prefeitura de Araguacema (www.araguacema.to.gov.br). “Não só os serviços de hospedagem, mas também para aqueles que desejam fazer um passeio de barco pelo rio Araguaia, nós indicamos os barqueiros habilitados”, afirmou. (Secom/TO)