Meio Ambiente

Foto: Valério Zelaya

Se agosto costuma ser considerado um dos meses mais cinzas do ano, em 2015 a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (Seder) quer mudar esta tradição, transformando a agenda do mês em uma agenda verde, com foco na conservação do meio ambiente, nas unidades agrícolas, na pecuária lucrativa e na criação de comunidades agrícolas prósperas. É o projeto Agosto Verde, que será lançado na quinta-feira, 23, às 9h, no auditório da Seder. 

Com a finalidade de promover as cadeias produtivas da mandioca, do leite, aves e pescados e as hortas rurais e urbanas, o Agosto Verde realizará, durante todo o mês, dias técnicos de estudo e planejamento de ações para o desenvolvimento da produção rural de Palmas. O Projeto conta com parcerias da Unitins Agro, Secretaria Estadual de Agricultura, Embrapa, Ruraltins e Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

O secretário da Seder, Roberto Sahiun, explica que com o Agosto Verde espera criar uma cultura de planejamento junto ao pequeno produtor rural. “O Agosto Verde é o caminho escolhido pela Seder para disseminar que no mês de agosto inicia-se, de fato, o ano agrícola, a movimentação para a produção de comida para a existência da vida, energia para o povo e vestimenta para o conforto humano”, disse.