Polí­tica

Foto: Divulgação Amastha filiou-se no PSB em maio deste ano Amastha filiou-se no PSB em maio deste ano

O prefeito de Gurupi e atual presidente estadual do PSB no Tocantins, Laurez Moreira, confirmou em primeira mão ao Conexão Tocantins nesta quarta-feira, 22, que deixará o comando da legenda. A mudança é fruto da exigência do prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB) para assumir a presidência.

“Ele (o Amastha) vai assumir a presidência em breve e eu vou dedicar mais à minha reeleição e ao trabalho da gestão em Gurupi”, confirmou. A imposição de Amastha foi feita junto à direção nacional da legenda. “O partido tem a  política de fazer o maior número de prefeitos nas capitais e ele (Amastha) falou que para ficar no partido queria a presidência, mas por mim não há problema nenhum nisso”, disse Laurez.

Sobre a imposição de Amastha, Laurez pontuou: “Cada político tem seu estilo de fazer política e já que ele disse que só ficaria no partido se tivesse a presidência eu abri mão”, voltou a frisar.

Laurez contou que na presidência da sigla conseguiu articular com os municípios para ampliar o número de representantes na legenda. “É o partido que mais cresce no Estado, quando assumi tínhamos apenas quatro vereadores no Estado. Na outra eleição elegemos quatro prefeitos e ano que vem teremos ainda mais representantes”, salientou. O vice-presidente de Amastha deverá ser o deputado estadual Ricardo Ayres que é o defensor do prefeito na Assembleia Legislativa do Tocantins.

Amastha no PSB

O prefeito Amastha disputou as eleições em 2012 no PP e no dia 15 de maio deste ano se filiou ao PSB. De olho na reeleição ele começou a articular e cooptar várias legendas para compor com a gestão municipal buscando aliança partidária para o pleito do próximo ano. Da base de sustentação da Prefeitura de Palmas, o PSDB, por exemplo, comandado pelo senador Ataides Oliveira no Estado, já anunciou que rompeu com a gestão do prefeito de Palmas por não concordar com algumas medidas e com a prioridade dos gastos na capital.

O mais recente partido a aderir ao grupo prefeito da capital foi o PSD do deputado federal Irajá Abreu que indicou vários nomes para compor a administração municipal. O prefeito e sua administração tem sido alvos de muitas críticas e questionamentos tanto por parte dos adversários como do Ministério Público Estadual.

Por: Redação

Tags: Carlos Amastha, Laurez Moreira, PSB