Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado federal do PSB, Vicentinho Junior, reagiu à troca de comando do PSB regional. Em entrevista ao Conexão Tocantins nesta quinta-feira, 23, ele disse estar desmotivado com a legenda. “Isso me causa um desconforto e me motiva quanto a legislação eleitoral a querer sair devido a essa falsa conduta do Amastha”, frisou. O prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, revelou em primeira mão ao Conexão Tocantins que deixará o comando do partido por exigência do prefeito da capital, e recém filiado, prefeito Carlos Amastha.

Vicentinho fez críticas a forma de fazer política do prefeito da capital. “A forma com ele faz política não é a nossa do tocantinense, respeitosa, afetuosa, respeitando os colegas e amigos. Ele faz política a ferro e fogo e não estamos acostumados com isso”, disse ao chamá-lo ainda de “prefeito aventureiro”.

O deputado conta que aguarda embasamento e abertura legal para deixar os quadros da legenda e que se isso for possível deve voltar ao PR, partido comandado pelo seu pai, senador Vicentinho Alves. “Assim que eu tiver condições sairei. Meu caminho quase que natural é voltar ao PR que foi o primeiro partido onde me filiei, com esse desconforto meu caminho é voltar ao PR desde que a legislação permita”, disse.

Caso não tenha brecha jurídica para deixar o PSB o deputado disse estar disposto a lutar à nível nacional para tentar conseguir mudar o comando do partido. “Não vou aceitar jamais ficar num partido abaixo do prefeito Amastha, jamais”, desabafou. Vicentinho Junior já declarou seu apoio ao ex-prefeito Raul Filho para a disputa da prefeitura do próximo ano e criticou a atual gestão da capital. 

Ao anunciar a saída do comando Laurez também alfinetou o jeito de fazer política do prefeito Amastha e disse que agora vai se dedicar exclusivamente ao seu projeto de reeleição no pleito do próximo ano em Gurupi, terceira maior cidade do Estado.

O deputado estadual Ricardo Ayres será o vice de Amastha.