Polí­cia

Foto: Divulgação Genilson, vulgo boca sexy, apontado como autor de homicídio em Gurupi Genilson, vulgo boca sexy, apontado como autor de homicídio em Gurupi

Polícia Civil, por intermédio da Delegacia Regional de Gurupi, no Sul do Estado, concluiu na tarde desta quinta-feira, 23, o inquérito que apurava a morte de Ailton Oliveira da Silva, 19 anos, morto no dia 21 de abril deste ano, no Setor Vila Íris, naquele município.

As investigações da polícia apontaram para Genilson Batista de Miranda, 18 anos (vulgo “Boca Sexy”), como sendo o autor do disparo que atingiu fatalmente a vítima. Na ocasião, Matheus Rodrigues Peixoto, 19 anos, também conhecido como “Buchola”, conduzia a motocicleta que foi utilizada no homicídio.

De acordo com o delegado titular do terceiro distrito policial de Gurupi, Jacson Ribas, os investigadores daquela delegacia concluíram que o crime foi motivado por uma disputa de território e rivalidades entre grupos criminosos dos Setores Malvinas e Leste. Ainda segundo o inquérito policial, Genilson e Matheus passaram o dia percorrendo as ruas dos setores Malvinas e Íris, com o objetivo de ceifar vidas de moradores daqueles bairros, com quem mantêm uma intensa rivalidade.

Ainda conforme o delegado, Genilson já havia sido preso anteriormente por envolvimento na morte de Flávio Alves dos Santos, fato ocorrido em 30 de março de 2013, no Setor Santa Cruz, cujo inquérito também já foi concluído e remetido a Justiça. No momento de sua prisão, os policiais civis apreenderam em poder de Genilson, um revólver calibre 38, sendo constatado, após exame balístico, tratar-se da mesma arma usada em ambos os homicídios.

Para o delegado Jacson, a prisão de Genílson representa mais alívio para a população de Gurupi, uma vez que o jovem é considerado de alta periculosidade. “A prisão desse indivíduo e a conclusão do inquérito que o aponta como sendo o autor de pelo menos esses dois crimes de homicídio na cidade, significam uma importante baixa na violência, em Gurupi. Esperamos que, com a intensificação das investigações, Matheus, que conduzia a moto no dia do assassinato de Ailton, também seja localizado e preso”, concluiu. (Ascom SSP)