Campo

Foto: Divulgação
  • Representantes após assinatura do contrato, Osirene, Salvador, Malena e Robson

O processo de Repartição de Benefícios contribuirá com uma caixa d’água de 15.000 litros, um sistema de bombeamento com capacidade/potência superiores e encanamentos. Estes foram os benefícios priorizados em comum acordo entre a Associação Comunitária dos Extrativistas, Artesões e Pequenos Produtores do Povoado Prata, de São Felix, na região do Jalapão, com a Secretária da Agricultura e Pecuária (Seagro) e empresa Beraca.

A assinatura ocorreu durante visitas às associações de artesão de Capim Dourado, na região do Jalapão, realizadas na semana passada, 20 a 24. De acordo com o engenheiro Agrônomo Robson Santos Silva, da Gerência de Fomento a Agroindústria da Seagro. Na oportunidade foram realizadas reuniões com as Associações quando a aquisição de resíduos do artesanato com Capim Dourado e a programação de entrega dos resíduos para dezembro do corrente ano.

Segundo o engenheiro, o ponto alto da viagem foi a reunião para tratar da repartição de benefícios com a comunidade do Povoado Prata, em São Félix do Tocantins. Nesta comunidade foi formalizado o Contrato de Utilização do Patrimônio Genético e Repartição de Benefícios (CURB), juntamente com o Termo de Anuência Prévia (TAP).

Benefício

Participaram da assinatura, os proprietários da área contendo o capim dourado, Salomão Rodrigues e Maria Francisca, da Presidente da associação, Osirene Francisca e da tesoureira Ana Carla. “Esse processo de repartimento atenderá cerca de 50 famílias locais e promoverá qualidade de vida dos moradores evitando assim, escassez de água em moradias mais distantes da comunidade. E a Seagro vai acompanhar para que a instalação de nova caixa d’água, bomba de recalque e os encanamentos necessários, seja o mais breve possível”, completou Robson Santos.

Segundo o morador da comunidade, Rosalino Ribeiro de Souza a caixa d’água existente está em péssimo estado de conservação, com presença de ferrugem em toda a estrutura, e que a bomba de recalque não consegue mais encher a caixa a contento o que provoca falta contínua de água na comunidade.

Comunidades

Durante a semana foram visitadas além da Associação Comunitária dos Extrativistas, Artesões e Pequenos Produtores do Povoado Prata, de São Felix, a Associação Capim Dourado do Povoado de Mumbuca e Associação Comunitária dos Artesões e Pequenos Produtores de Mateiros, em Mateiros e a Associação dos Artesões de Capim Dourado Pontalense, de Ponte Alta do Tocantins.

Participaram pela empresa Beraca, a engenheira agrônoma Malena Araújo e Salvador Rodrigues. (Ascom Seagro)