Polí­cia

Foto: Divulgação

Uma ação de combate à criminalidade, realizada na manhã desta sexta-feira, 31, por policiais civis da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), da região norte, em Araguaína, em conjunto com o Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote), resultou na prisão de quatro indivíduos acusados de integrar uma quadrilha especializada em Furtos e Roubos, que atuava em Araguaína.

Conforme o delegado José de Anchieta, na última quinta-feira (30), a equipe de policiais civis da Deic/Norte recebeu denúncia informando que uma quadrilha que estaria praticando furtos e roubos, na cidade de Araguaína, se escondia em uma residência localizada no Parque Sonhos Dourados, para onde foi enviada equipe de agentes que realizaram os levantamentos necessários e puderam constatar a veracidade da denúncia.

Com a confirmação positiva de que os acusados estariam no local indicado, equipes da Deic e do Gote deslocaram-se até o endereço onde localizaram e prenderam Kayo F. A. de S., de 20 anos, Keneth A. C. L., de 18 anos, Odair V. da M. J., de 20 anos e Thales F. S., de 18 anos. Com exceção de Kayo, todos os demais presos são foragidos da Justiça e, no momento em que foram abordados pela Polícia Civil, estavam de posse de duas armas de fogo, sendo um revólver calibre 38 e uma pistola calibre 380.

Ainda segundo o delegado, durante a abordagem policial, Thales Fernandes tentou fugir, reagindo contra os agentes e acabou sendo alvejado com dois tiros que atingiram sua perna esquerda. Odair, Keneth e Thales são foragidos da Casa de Prisão Provisória de Araguaína – CPPA, de onde fugiram no dia 12 de junho de 2015. O suspeito baleado foi socorrido ao hospital, onde foi medicado e passa bem.

Os quatro homens foram encaminhados à sede da Deic, onde foram autuados pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha. Como não portavam qualquer tipo de documentos, foram submetidos à identificação criminal e encaminhados à Casa de Prisão Provisória de Araguaína, onde ficarão à disposição do Poder Judiciário. (Ascom SSP)