Educação

Foto: Divulgação Durante o encontro o Tocantins se destacou por ser o único estado que participa de todos os financiamentos do FNDE Durante o encontro o Tocantins se destacou por ser o único estado que participa de todos os financiamentos do FNDE

O secretário de Estado da Educação, Adão Francisco de Oliveira, participou , no último final de semana, do encontro da regional Norte do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Educação (Consed), realizado na cidade de Manaus, capital do Amazonas. Na ocasião, o Tocantins recebeu destaque especial. Participaram da reunião secretários dos estados do Amazonas, Acre, Amapá, Pará, Roraima, Rondônia e Tocantins.

Durante a reunião, foram discutidos assuntos como transporte escolar, merenda, educação indígena, construção de escolas na região Norte e a elaboração de propostas coletivas visando manter a qualidade do ensino. As propostas para o fortalecimento dos seguimentos educacionais foram formalizadas em um documento assinado pelos secretários e serão enviadas para o Ministério da Educação (MEC) via Consed.

Já de volta ao Tocantins, Adão Francisco destacou o compromisso do mais novo Estado brasileiro com o desenvolvimento da educação básica. “Chamou-me atenção dois pontos: o primeiro, o Tocantins é o único estado que participa de todos os financiamentos do Fundo Nacional de Desenvolvimento para a Educação (FNDE). O segundo é o fato da nossa federação estar em dia com relação aos direitos e conquistas dos servidores, isso não está acontecendo com os outros estados”, explicou.

Consed no Salão do Livro

O secretário está articulando para que a próxima reunião do Consed seja realizada em Palmas, durante a 9ª edição do Salão do Livro, que será realizado entre os dias 19 e 27 de setembro, no Centro de Convenções Parque do Povo. A iniciativa, segundo o gestor, visa divulgar as ações educativas desenvolvidas pelas escolas, professores e Seduc para um público maior e, ao mesmo tempo, apresentar a diversidade regional que estará presente no evento literário, que é considerado um dos maiores da região da Amazônia Legal.

Deixado de ser realizado nos dois últimos anos, o Salão do Livro retorna em 2015 com uma proposta mais econômica, levando em consideração a atual situação de contingenciamento de despesas pela qual passa o Governo do Estado. Ao todo, estão sendo investidos no evento, cerca de R$ 4,7 milhões e parte deste recurso virá da venda dos espaços para a instalação de stands das livrarias. (Ascom Seduc)