Saúde

Foto: Rogério Miranda

Nesta quarta-feira (5) é comemorado o Dia Nacional da Saúde. A Prefeitura de Gurupi exalta este data destacando as ações e os investimentos municipais que têm transformado o município em referência em ações básicas de saúde pública para a região Norte do Brasil. “Sempre foi a nossa vontade proporcionar um atendimento digno a todas as pessoas. Por isso, muitos investimentos estão sendo feitos, para melhorar ainda mais a saúde da família gurupiense”, comentou o prefeito de Gurupi, Laurez Moreira.

De acordo com a gestão de Gurupi, "o cenário atual é bastante diferente daquela velha situação de abandono do passado. O exemplo disso está na Unidade de Pronto Atendimento, a UPA, que foi revitalizada e equipada, e funciona 24 horas por dia, com médicos, dentistas, enfermeiros e uma equipe multiprofissional. O atendimento na UPA é rápido e eficiente". 

Policlínica e CAPS

O prefeito Laurez Moreira implantou um serviço importante de saúde que ainda não existia na cidade. O Centro de Atenção Psicossocial, Álcool e outras drogas (CAPS AD III) funciona 24 horas por dia, os pacientes são atendidos com médicos e equipe capacitada. O CAPS AD III vai ganhar uma nova sede, ampla e moderna.

Na saúde mental, as conquistas continuam. O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) foi revitalizado, novos móveis, equipamentos e aparelhos de ar condicionado foram adquiridos e instalados. O ambiente é novo e saudável para todos.

A Policlínica vai ser reformada e ganhará mais médicos em diversas especialidades.

Para a secretária da Saúde de Gurupi, Suely Aguiar, o cenário é positivo. “Não tem faltado médico nas Unidades de Saúde. Os medicamentos também estão à disposição da população, nas farmácias do Municipio. Adquirimos um micro-ônibus para levar os pacientes que fazem tratamento em Palmas”, frisou a secretária, acrescentando que a partir desta semana, os pacientes poderão fazer o exame de ressonância magnética pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Gurupi. Antes era necessário o deslocamento para à capital tocantinense.

Saúde da família

Todas as 13 Unidades Básicas de Saúde (UBS) estão sendo revitalizadas e ampliadas. Mais médicos e enfermeiros foram contratados. Gurupi possui médicos e equipes multiprofissionais em todas as unidades.

Maria Ribeiro Costa, de 42 nos, dona de casa, parabenizou o trabalho realizado na gestão do prefeito Laurez Moreira. “Melhorou demais a qualidade no atendimento e na estrutura das unidades. Parabéns ao prefeito e a secretaria da saúde”, disse.

A cidade conta também com 21 equipes completas do Programa da Saúde da Família e até o final do ano que vem serão 36 equipes no programa.

“Além das reformas dessas unidades, construiremos mais uma UBS porte II no Jardim dos Buritis, que atenderá quatro setores circunvizinhos”, afirmou o prefeito Laurez Moreira.

Gurupi sem dengue e calazar

Mais agentes de saúde e endemias foram contratados e todos receberam aumento salarial. Gurupi é um dos poucos municípios do Brasil que paga o novo piso salarial para esses profissionais. Todos recebem também os equipamentos de proteção individual e estrutura de trabalho

Em Gurupi, não existe vírus da dengue em circulação. Outra endemia que está sendo combatida é o calazar. Os cães do município estão sendo examinados e encoleirados para a prevenção da doença. Desde 2013, já foram encoleirados mais de 10 mil cães. Outro serviço que o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) também realiza é a castração em cães e gatos, para controle da população animal.

O estudante Caio Vieira que levou seu animal para ser encoleirado está satisfeito com o trabalho realizado pelo Município. “Já tive três cachorros e me preocupo muito com a saúde deles, por isso, vim colocar a coleira e fazer o teste. É bom quando na cidade existe um trabalho tão importante como esse”, frisou o estudante.

Investimento no SAMU

O Samu de Gurupi tem atualmente 80 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos e administrativo, além de uma frota de ambulâncias novas e equipadas. O atendimento é realizado também em mais nove cidades da região Sul do Estado, em um raio de 100 quilômetros, além de ocorrências atendidas na zona rural. A média é de 80 atendimentos por dia. “A preocupação do prefeito é em melhorar a saúde como um todo. Tratamento digno para quem precisa”, pontuou Suely Aguiar.

Aterro sanitário legalizado

O Aterro Sanitário de Gurupi foi legalizado, a Prefeitura investiu e reestruturou o local. “Trabalhamos bastante para operacionalizar e legalizar o aterro por entender a necessidade e a importância para a saúde pública e o desenvolvimento do município e agora o aterro já é uma realidade”, destacou Laurez Moreira. (Da assessoria)