Polí­tica

Foto: Divulgação Carlos Gaguim e a ministra Kátia Abreu reuniram-se na tarde desta terça com o vice-presidente da República Carlos Gaguim e a ministra Kátia Abreu reuniram-se na tarde desta terça com o vice-presidente da República

O deputado federal Carlos Henrique Gaguim (PMDB) informou em primeira mão ao Conexão Tocantins na tarde desta terça-feira, 11 de agosto, que o diretório regional do PMDB comandado pelo ex-vice-prefeito de Palmas e peemedebista histórico, Derval de Paiva, tem uma semana para cumprir acordo firmado com o PMDB Nacional. Durante reunião no mês de maio entre os peemedebistas do Estado, a senadora e ministra Kátia Abreu e o vice-presidente da República, Michel Temer, ficou acordado que 50% da executiva estadual ficaria com o grupo do governador Marcelo Miranda e o grupo da ministra ocuparia os outros 50% dos cargos do diretório. “Só que o da ministra eles não querem registrar, homologar ele. Não estão querendo cumprir o acordo e a ministra já falou aqui com o pessoal e eles tem o prazo de uma semana”, afirmou Carlos Gaguim. 

No acordo também ficou definido que a ministra Kátia Abreu fará a indicação do secretário Geral do partido.

Kátia Abreu e Gaguim reuniram-se na tarde de hoje em Brasília com o vice-presidente da República, Michel Temer quando foi tomada a decisão. "O presidente fazendo isso aí, vai ser feito os diretórios porque a gente só tem até dezembro para fazer. Estamos deixando de ter candidato a prefeito, a tudo! Eles tem que cumprir esse acordo, muita gente quer ser candidato, mas não pode ser candidato porque não tem diretório, vai ser candidato como?!", questionou Gaguim. 

Derval 

Derval de Paiva foi eleito para comandar o PMDB do Estado em eleição no dia 15 de maio. O nome de Derval foi consenso na legenda inclusive teve o aval da ministra Katia Abreu que estava à frente da comissão interventora do PMDB. 

A primeira vice-presidente é a deputada federal Josi Nunes e o secretário Geral, indicado por Katia, é Paulo Lima. Em seu primeiro discurso após eleito Derval havia dito que era o fim das divisões no partido e chegou a pedir a união para fortalecimento da legenda. 

Veja como ficou a composição do PMDB em maio e que deve sofrer alteração. 

Presidente: Derval de Paiva

1ª vice-presidente: Josi Nunes

2º vice presidente: Carlos Gaguim

3º vice-presidente: Dulce Miranda

Secretário Geral- Paulo Lima

Secretário Adjunto – Lázaro Quirino

1º Tesoureiro – Olimpio Mascarenhas

2º Tesoureiro –Nilton Franco

Vogal: Katia Abreu