Polí­tica

Foto: Jefferson Rudy

Para o senador Donizeti Nogueira (PT-TO), a iniciativa do presidente do Senado da República, Renan Calheiros (PMDB-AL) de propor a chamada Agenda Brasil, uma série de medidas para contribuir com a recuperação econômica do país, é um marco. “O Senado cumpre o seu papel de contribuir no debate e na construção de soluções dos problemas do País”, afirmou o senador tocantinense em um discurso no plenário na noite desta terça-feira, 11.

Donizeti Nogueira afirmou que aqueles que criticam a proposta do senador Renan, distorcem os fatos, ignorando a crise internacional e os esforços sistemáticos do governo Dilma para o enfrentamento desse momento delicado. “Vamos superar a crise com trabalho, com determinação e amor pelo País, e é o que o senador Renan Calheiros demonstrou trazendo para o debate pontos importantes para o desenvolvimento do Brasil”, garantiu Donizeti.

O senador petista destacou a ousadia da presidente Dilma Rousseff em lançar o Plano de Investimento em Logística, de quase R$ 200 bilhões, e o Plano de Investimentos em Energia Elétrica, de R$ 186 bilhões, lançado ontem, programas que vem recuperar setores que foram abandonados enquanto a oposição era governo. “O governo do Partido dos Trabalhadores busca saídas, apresentado ousados programas de investimento e os levado a cabo para mudar o país”, disse Donizeti.

O senador ainda ressaltou que a presidente Dilma deve inaugurar neste mês a primeira estação de bombeamento da transposição do rio São Francisco em Cabrobó (PE), obra que mudará a realidade do Nordeste brasileiro. “Não adianta a oposição ficar remoendo que o Brasil está parado”, afirmou o senador, comparando a onda negativista da oposição com uma tentativa de golpe num governo democraticamente eleito.

Custódia e Monitoramento Eletrônico

Em seu discurso, o senador Donizeti também destacou a visita do ministro Ricardo Lewandowski, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), para assinatura de adesão do Tocantins ao projeto Audiência de Custódia e para implantação da Central de Monitoramento Eletrônico do Estado. As medidas têm como objetivo reduzir a superlotação do sistema penitenciário, garantindo àquele que for preso em flagrante a sua apresentação a um juiz em até 24 horas para que este decida sobre a manutenção da prisão ou a concessão de liberdade provisória.

Pronunciamento completo: https://www.youtube.com/watch?v=dQFch5ce-FQ

Por: Redação

Tags: Donizeti Nogueira, Renan Calheiros, Senado