Polí­cia

Foto: Divulgação

Encontra-se recolhido na Cadeia Pública de Palmeirópolis, região sudeste do Estado, Dimas Candido da S., de 63 anos. Ele é acusado pelos crimes de estelionato, falsificação de documento público e uso de documentos falsos. Dimas Candido foi preso no início da tarde desta quarta-feira, 26 por policiais civis de Palmeirópolis, sob o comando do delegado Elírio Putton Júnior, mediante o cumprimento de um mandado de prisão, expedido pelo juízo da Comarca daquele município.

De acordo com o delegado, Dimas Candido estaria se passando por juiz de direito aposentado, já há algum tempo e se utilizando deste expediente para prometer vantagens indevidas ao interceder em processos em tramitação no poder judiciário daquela comarca e, assim obter vantagens pessoais recebendo atendimento diferenciado junto às pessoas e órgãos públicos da cidade.

Conforme as investigações da Polícia Civil, ao ser abordado, o indivíduo negou que se passasse por juiz de direito aposentado, no entanto, no decorrer das investigações, foi apurado que Dimas Candido, de fato, ludibriou autoridades e pessoas da sociedade em geral, que acreditavam que se tratava de um juiz aposentado.

Foi apreendida em poder do falso juiz, uma carteira funcional em seu nome, de Agente da Inteligência Militar do Estado de Goiás, no entanto ficou comprovado que o suspeito nunca exerceu quaisquer dos cargos que dizia. Diante dos fatos, ele foi preso e autuado em flagrante.