Polí­cia

Foto: Divulgação

O levantamento feito pelo IBGE e divulgado nesta quinta-feira, 27, com relação aos estados, mostra alguns índices da segurança pública. Um deles é o comparativo dos efetivos das polícias civil e militar nos estados. Dos sete estados da região norte o Tocantins tem o terceiro pior deficit na proporção de policiais por habitantes. Apenas dois estados tem déficit de policiais por habitantes pior que o Tocantins: Pará e Amazonas.

Com relação à Polícia Civil o Estado do Pará tem apenas 1 policial para cada 2.881 e o Amazonas 1 para cada 1.683. Já com relação à Polícia Militar o estado da região que tem maior deficit de policial militar por habitante é o Pará, com 1 policial para cada 500 habitantes, embora tenha um efetivo de 15 mil policiais. O Estado do Amazonas tem o segundo pior deficit, com 1 policial para cada 421. 

Terceiro pior deficit de policial por habitante, o Tocantins tem 3.855 policiais militares sendo 3.384 homens e 471 mulheres, o que representa 1 policial para cada 383 habitantes do Estado. Na região norte o Estado do Amapá é o que tem mais policiais por habitantes; 1 policial para cada 199.

Com relação ao efetivo da Polícia Civil os dados mostram que o Tocantins tem o terceiro maior efetivo da região norte. São 1.679 policiais civis, sendo 1.204 homens e 475 mulheres. Entretanto, também na Polícia Civil, o Estado tem o terceiro pior deficit na relação policial por habitante, sendo 1 policial cada 880 pessoas.

Na região norte como um todo há 1 policial militar para cada 470 moradores e 1 policial civil para cada 1.709.

Conforme os dados, em todo o País, segundo as respostas obtidas havia 425.248 policiais militares e 117.642 policiais civis no efetivo ativo de cada força. Especificamente quanto à Polícia Militar, isso significa que havia 1 policial para cada 473 habitantes no País. A Região Centro-Oeste  registrou a maior proporção de policiais militares por habitantes, 1 para cada 393, com  destaque para o Distrito Federal, com 1 para cada 194, o maior indicador observado entre as unidades da Federação. Por outro lado, as menores incidências de policiais  militares por habitantes foram encontradas na Região Sul e no Estado do Maranhão:  1 para cada 583 e 1 para cada 881, respectivamente.

Concursos

O Comandante da Polícia Militar, Glauber Barros já sinalizou que o Estado pretende fazer um novo concurso para aumentar o quadro de policiais militares. Já a Polícia civil tem um certame em andamento faltando apenas a realização do Curso de Formação que deve ser feito no próximo ano em razão da situação financeira do Estado.