Polí­tica

Foto: Eduardo Lobo

A deputada federal Dulce Miranda (PMDB), primeira-dama do Tocantins, defendeu o direito dos idosos e portadores de necessidades especiais de baixa renda de receber, órteses e próteses, medicamentos e fraldas geriátricas do Poder Público para ter uma vida saudável e digna.

Dulce é relatora do Projeto de Lei (PL) nº 328/11 do deputado Hugo Leal e deu parecer favorável à sua aprovação com o PL do 6872/2013 e emendas na Comissão da Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Câmara dos Deputados.

Para Dulce Miranda, o Projeto de Lei busca reduzir os sofrimentos dos idosos e das pessoas com deficiência que, por qualquer motivo, precisam de fraldas descartáveis no seu cotidiano. “A falta dessas fraldas nos casos das pessoas com deficiência causam problemas de saúde como infecções urinárias, isso leva a falta de qualidade de vida e mais gastos para a saúde pública. E os idosos que sofrem incontinência urinária também sofrem por falta das fraldas”, destacou a deputada.

Sensibilidade

“Meu mandato está à serviço das pessoas mais necessitadas e sempre manterei a minha atuação dessa forma, com sensibilidade e atenção a quem mais precisa. Aqui na Câmara, nas Comissões da Seguridade Social e Família e da Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência minha atuação é em busca de melhorias nas vidas dos nossos cidadão tocantinenses”, afirmou a deputada Dulce Miranda.   

Por: Redação

Tags: Atividade Parlamentar, Dulce Miranda, PMDB