Campo

Foto: Fernando Alves Ao todo serão beneficiadas 650 famílias nas 30 comunidades Ao todo serão beneficiadas 650 famílias nas 30 comunidades

O governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e parceiros iniciam na segunda-feira, 1 de setembro, um Diagnóstico Rápido Participativo(DRP), em 30 projetos de unidades produtivas do Programa Nacional do Crédito Fundiário(PNCF), em todo Estado. Ao todo serão beneficiados cerca de 650 famílias. No levantamento, as equipes técnicas levantarão dados sobre as demandas das necessidades locais.

Na primeira semana de setembro, a equipe realiza o levantamento em duas comunidades na região central do Estado: assentamento Brejo Verde, em Porto Nacional e assentamento Vitória, município de Miracema do Tocantins. A previsão é que até o final do ano as 30 unidades produtivas sejam visitadas pelas equipes técnicas.

Segundo o gerente de Crédito Fundiário da Superintendência da Agricultura Familiar da Seagro, Gilvan Alves da Silva, o diagnóstico fará um levantamento geral sobre os aspectos, estruturais, sociais, econômicos e ambiental. “Vamos a campo levantar as informações e, posteriormente planejar ações estratégicas de melhorias para as comunidades rurais”, ressaltou.

Oficinas

Para dar início ao diagnóstico, a Gerência de Crédito Fundiário, realizou nesta semana, uma oficina de capacitação com a equipe de campo sobre as ferramentas metodológicas que serão aplicadas no levantamento.

A realização do diagnóstico é fruto de um convênio, entre a Seagro e o MDA. Participam também do levantamento, a Federação dos Agricultores do Estado do Tocantins (Fetaet), Delegacia Federal de Desenvolvimento Agrário (DFDA), o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e empresas de extensão rural.