Cultura

Foto: John Souza O Museu Benjamim Rodrigues em Gurupi foi criado e legalizado em 2013 O Museu Benjamim Rodrigues em Gurupi foi criado e legalizado em 2013

Entre 38 projetos aprovados pelo Ministério da Cultura, o município de Gurupi/TO foi classificado em oitavo lugar nacionalmente e vai receber um prêmio de R$ 50 mil, que serão investidos em reforma, reaparelhamento e modernização do museu do Museu Benjamim Rodrigues.

O museu foi criado e legalizado em 2013, desde então o prefeito Laurez Moreira decidiu como uma das prioridades, o investimento na cultural local e o museu da cidade é uma das atrações que vem ganhando destaque. “Nosso objetivo é trabalhar e investir em todas as áreas de Gurupi. Na parte cultural que é tão importante não é diferente e os resultados estão acontecendo”, disse o prefeito Laurez Moreira. Prova disso foi que o museu de Gurupi ganhou um prêmio do Instituto Brasileiro de Museus do Ministério da Cultura.

Prêmio

O Instituto Brasileiro de Museus do Ministério da Cultura lançou no ano passado o edital para o cadastro de cidades que tem museu em funcionamento e com bons projetos.  A Secretária da Cultura de Gurupi, Zenaide Dias, fez questão de participar e mostrar os trabalhos realizados na área cultural da cidade.

Em todo o País, foram 38 projetos aprovados. Gurupi ficou em oitavo lugar e vai receber um prêmio de R$ 50.000.  O dinheiro será investido em reforma, reaparelhamento e modernização do museu.  O recurso é do Fundo Nacional de Cultura.  No Tocantins foram apenas os projetos de Gurupi e Palmas selecionadas. A capital ficou em 12º lugar pela Secretaria Municipal da Educação e Cultura.

Sobre Museu

O Museu Histórico Cultural Benjamim Rodrigues é uma das várias atrações culturais de Gurupi e funciona no prédio do Centro Cultural Mauro Cunha, no centro da cidade, na Avenida Maranhão entre as ruas 2 e 3.

O nome Benjamim Rodrigues é uma homenagem a um dos fundadores de Gurupi que lutou pelo desenvolvimento da cidade.  

O local é rico em histórias do povo Gurupiense e toda a trajetória da cidade. Os documentos, fotos, e objetos antigos provam isso, quem entra no museu faz uma viagem na história da cidade conhecida pelo cognome de capital da amizade.