Estado

Foto: Angélica Mendonça

A Secretaria da Administração (Secad) já iniciou uma série de procedimentos destinados ao corte de gastos do Poder Executivo. As medidas foram anunciadas no último dia 24, pelo governador Marcelo Miranda, e envolvem todos os órgãos, sendo a Secad responsável direta por uma série de ações administrativas.

Durante reunião de gestores nesta segunda, 31, o secretário Geferson Barros fez um balanço das ações já em andamento. Entre elas, destacou a Auditoria da Folha de Pagamento, cuja primeira etapa terá início nessa terça-feira, 1° de setembro, com o recadastramento dos servidores. Estão previstas ainda outras três etapas – análise da tributação da Folha; análise processual de concessões de progressões nos últimos 5 anos; projeção econômica dos planos de carreira.

Outra medida de contenção de gastos em curso está relacionada à frota de veículos. A Secad já notificou as empresas fornecedoras sobre a renegociação dos contratos de aluguel, a valer a partir de outubro. O abastecimento está racionado e todos os órgãos foram notificados a recolher seus veículos na Garagem Central todas as noites e também nos finais de semana, salvo exceções expressamente comprovadas. A meta é atingir uma economia mensal de 20% no setor de transportes.

O abastecimento em postos de combustíveis comuns também está proibido. Órgãos que não estiverem recolhendo seus veículos serão notificados. Já o leilão de veículos anunciado em fevereiro deverá ocorrer nas próximas semanas.

A suspensão de novas contratações de pessoal é válida até 31 de dezembro. A exceção é aberta a substituições, que serão discutidas caso a caso, e não ocorrerá aumento no número de vagas. A Secad informou oficialmente todos os setoriais de Recursos Humanos sobre esta medida.

Outras medidas

A Secad também suspendeu medidas de modernização no setor administrativo que seriam adotadas ainda neste ano. A proposta é manter apenas o projeto de modernização da Escola de Governo (Egove).

Entre as medidas válidas para todos os órgãos e que já foram adotadas na Secad está o aumento do controle de diárias e o melhor aproveitamento físico das estruturas da Secretaria dentro e fora da Capital, com a meta de reduzir custos com aluguel.